Conte sua História: As várias formas de ser mãe!

Hoje, abrimos esse espaço para a Patty contar sua trajetória na busca pela maternidade. Inúmeros tratamentos, desgaste, desânimo, mas nada disso a fez desistir.
Patty e a família, conquistada com muito luta

"Em 2003 nos casamos e após três anos de casados decidimos que era hora de termos nosso 1o filho. Sendo assim, iniciamos as tentativas e após um longo e cansativo ano sem qualquer sucesso, busquei ajuda com a minha ginecologista da época, que prontamente me pediu para procurar um especialista na área de fertilização. 
Como eu e meu marido queríamos muito ter um filho fui buscar ajuda de um profissional. De imediato fui por indicação, a um profissional que me pediu inúmeros exames, nesse momento descobrimos que o meu esposo poderia ter algo que indicasse a dificuldade em engravidar.

Mas como todo casal com dificuldades, e certo receio, resolvemos procurar outro profissional, que após mapear com outros tantos exames, entendeu que eu e meu esposo tínhamos algo que poderia estar impossibilitando minha gravidez, ele, sêmen de pouca qualidade, e eu, trompas obstruídas. 

No total consultamos aproximadamente 6 profissionais na área e, apesar de já estarmos desgastados e desanimados, a nossa vontade e motivação era muito maior do que qualquer dificuldade. Inicialmente tentamos apenas algo que estimulasse a ovulação naturalmente.

Depois iniciaram as inseminações artificiais, na primeira clínica foram duas tentativas, na segunda clínica foram cinco, nesta o médico entendeu que não teríamos sucesso algum com este método de inseminação e então iniciamos os tratamentos por fertilização in vitro, totalizando 6 tentativas.

Quando já não havia muita esperança, nós entendemos que talvez fosse a nossa vontade de sermos pais, mas não a de Deus. No entanto, eu ainda tinha no coração uma vontade muito grande e sabia que em algum momento essas tentativas dariam certo. Foi nesse momento que uma amiga presenciando nossa persistência indicou o Dr. Alfonso Massaguer da Clínica Mãe.

Procuramos ele e na 1a tentativa via fertilização in vitro tivemos a realização do nosso sonho! Essa foi minha primeira gestação, que graças a Deus deu certo, hoje a Juliana tem 6 anos e todos os dias são incríveis e intensos como eu sempre imaginei que seriam.

Para nosso 2o filho, o Samuel de 1 ano, não buscamos ajuda se não com o Dr. Alfonso e apesar de pensarmos que tudo seria muito mais fácil, foram 5 fertilizações in vitro, sendo 2 com ovodoação. Neste longo período em que houveram inúmeros e incansáveis tratamentos, engravidei por 5 vezes, sendo 3 abortos naturais.

Da 1a gravidez veio a Juliana que tive com 32 anos, depois de tentar aproximadamente 3 anos. Já o Samuel, que hoje tem 1 aninho, tive com 35 anos, tentamos por 2 anos. Ambos foram concebidos através de fertilização in vitro.  

Eu diria que, muitas vezes, nossos sonhos podem resultar em coisas frustrantes no 1o momento.  Mas sei que não existe limite para quem tem em seu coração o desejo de ser mãe e pai.

Se o limite for financeiro e a impossibilidade de fazer um tratamento seja algo real, então não perca tempo e entre numa fila de adoção. Filho é amor! O que nos prende a alguém é o coração, não um cordão umbilical! Se houver possibilidade de fazer um tratamento, por mais doloroso que ele possa parecer, por mais demorado que ele seja comparado a sua ansiedade, não se permita desistir!

Os resultados negativos irão machucar, doer, te fazer recuar no primeiro momento, permita-se chorar, sofrer, mas jamais desistir!

Busque pessoas que passaram por tudo isto! Se não encontrar “ao vivo", busque histórias de pessoas na internet, em livros...

Elas existem, eu sou uma delas, e posso garantir que é possível! Busque ajuda espiritual se você assim acreditar.

Tenha em seu médico a confiança necessária e quando ele lhe disser que há uma esperança, acredite! Nenhum sacrifício é maior que a gratidão, o amor, a recompensa que você tem quando segura e abraça seu filho! Seja ele de que maneira tenha sido concebido, se por vias naturais, se por tratamento, se por uma doação de sêmen ou uma adoção!  A minha história serve de alento e impulsiona a tantas outras colegas, amigas, amigas de amigas que nem conheço. Basta acreditarmos e confiarmos!

Um grande beijo!

Patty"

Especialmente para o Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
5 Comentários pelo Blogger

5 comentários:

  1. Sempre me emociono com histórias como essa.
    Linda.

    ResponderExcluir
  2. Que história linda de persistência e determinação em realizar o sonho de ser mãe.
    Beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  3. Que linda a sua história!!! Ser mãe foi a melhor coisa que me aconteceu, com toda a certeza!!! Imagino, como é maravilhoso pra você!!!
    Beijos Mila (@mundodamae)

    ResponderExcluir
  4. Que lindo relato! Parabéns Patty por compartilhar sua história, certeza que é incentivo para outras mulheres. Bjo
    @maedegurieguria

    ResponderExcluir
  5. Também tive uma longa trajetória na tentativa de engravidar. Fui a vários profissionais que diziam que eu tinha Infertilidade sem causa aparente. Até que o Dr Tiago Oliveira da Clínica Elo fez um exame durante a consulta que identificou um pólipo. Tratei e consegui engravidar. Fiz o pré-natal e o parto com ele, super atencioso e humanizado. Nossa história pode dar certo com esses anjos enviados por Deus.

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger