Temperatura Basal, como funciona?!


O método da temperatura basal é um método simples, que ajuda a identificar o dia da ovulação, pelo controle diário da temperatura corporal base e pode dar uma boa ajuda nas tentativas. Mas ele tem algumas regrinhas que devem ser seguidas para ser considerado um método confiável. Então vou dar uma descrição do método, tentando ser bem didática:


- comece a medir sua temperatura no primeiro dia do seu ciclo, dia que a menstruação desce, sempre em repouso completo de pelo menos 6hs, antes de levantar da cama pela manhã (não levante, de preferência já deixe o termômetro embaixo do travesseiro ou na mesinha de cabeceira).

- a forma mais precisa de medir é via vaginal, mas também pode ser via oral ou axilar. O termômetro pode ser o que vc tem em casa, digital ou não, só é importante usar sempre o mesmo, para evitar variações.
- anote todos os dias e você vai perceber que na primeira parte do ciclo, ou seja, antes da ovulação, a temperatura se mantém numa média mais baixa. Quando você ovular sua temperatura do dia vai ter um pico de elevação (se eleva de forma mais brusca), em média meio grau ou mais, e a partir daí vai se manter numa média mais alta até a menstruação descer ou o bebê nascer :o).

Como exemplo posso descrever o meu gráfico, quando tenho um ciclo ovulatório. Pois é, vale lembrar que não se ovula todos os ciclos. No meu gráfico, até o 14o dia minha temperatura se mantém entre 36,3º a 36,5º C, em média, no 15o dia ela pula para 36,9º a 37,2º C, em média, e se mantém nessa faixa mais elevada até o dia que a menstruação desce. Quando tenho um ciclo sem ovulação a temperatura fica subindo e descendo durante todo o ciclo, não se mantém baixa e nem alta, varia bastante.



A temperatura basal é diferente para cada mulher, por isso não tem um valor padrão, você precisa medir a sua para identificar como fica seu gráfico, o ideal é fazer o controle por pelo menos 3 ciclos, para ter uma referência de como age o seu organismo, montar o seu gráfico padrão.
A temperatura basal pode baixar uns 2 a 3 dias antes da menstruação descer ou logo no 1o dia de menstruação ou ainda 2 ou 3 dias depois que a menstruação desce.

É importante saber, que a temperatura basal não é um método para saber se engravidou, pois ela se mantém alta na gestação ou enquanto a menstruação não descer, o que pode acontecer por n motivos. Outra coisa importante, é que, se você está tomando alguma medicação à base de progesterona esse método não é eficaz, pois esse tipo de medicação altera a temperatura basal, visto que é a progesterona que coordena a temperatura basal no corpo da mulher.

O gráfico abaixo mostra como se comportam os hormônios durante o ciclo, notem que a progesterona, que é quem influencia na temperatura basal tem seu pico na ovulação:



Aqui alguns sites que você pode usar para montar o seu gráfico, basta se cadastrar e ir informando a temperatura do dia, ele vai sinalizar o dia da provável ovulação:
http://www.fertilityfriend.com/

Também há alguns aplicativos que você pode instalar no seu celular, tablet ou computador, como o Mestrual Calendar.


Um último detalhe, independentemente de usar um método caseiro para controle de ovulação, é imprescindível ter feito uma avaliação hormonal com seu médico, certeza absoluta só com exames médicos.

Alê
Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.:  Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê
Comentários pelo Facebook
5 Comentários pelo Blogger

5 comentários:

  1. Amiga nunk entendi nada dessas coisas...
    Obrigada pelos selinhos Lindos♥
    Ótima Semana e Bitocas♥

    ResponderExcluir
  2. oi! quero só dizer que achei super bom encontrar vc na blogosfera. eu tenho blog há quase um ano sobre infertilidade e tratamentos. nos Estados Unidos, onde moro, há uma comunidade de blogueiras super organizada falando desses temas. Esotu há um ano procurando blogs de brasileiras que tratem abertamente do assunto, mas não tenho tido sucesso. Vou visitar sua lista de leitura de blogs pra ver quem mais eu encontro. Estou pensando em começar a blogar em português também por sentir falta de ter essa informação exposta de forma franca. Estou fazendo meu segundo in vitro agora, ontem foi o dia da tranferencia de embrioes e estou torcendo muito que dessa vez de certo. Parabens pela sua filha e pelo seu blog.

    ResponderExcluir
  3. Oi Clio, q bom q gostou, nos meus blogs preferidos vc vai achar vários blogs sobre isso, tb tem meu outro blog http://anunes.e-familyblog.com
    Com certeza ia ser muito legal se vc tivesse um em português tb, tem muitas meninas querendo trocar idéias e buscando informações.

    bj,
    Alê

    ResponderExcluir
  4. Oi Alê,
    sou nova aqui no seu blog e estou gostando bastante. Tenho algumas dúvidas e acho que você pode me esclarecer. Estou usando clomid (primeiro ciclo) e estou com um corpo luteo pequeno de 15 mm, mesmo neste tamanho é possivel engravidar? E uma outra coisa que gostaria de saber é se o uso do utragestan influencia na temperatura basal do corpo?
    Agradeço a atenção,
    Lua

    ResponderExcluir
  5. Oi querida, o tamanho do corpo lúteo não quer dizer muito, o que importa é se ele tem bom aspecto e está propício para manter uma gestação, e isso só o médico analisando as imagens do exame e conhecendo teu histórico. O uso do utrogestan incluencia, pois aumenta a taxa de progesterona.
    bj,
    Alê

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger