Imunização contra tétano proporciona dupla segurança na gestação

Por: Redação Sempre Materna
Publicado em: 01/2008

Proteção que vale por dois. Todas as atitudes e comportamento praticados pela mulher na gestação e no período do aleitamento materno refletirão diretamente no bebê. Uma prova disso são as vacinas que beneficiam não só a futura mamãe como também o pequeno. A imunização contra tétano não é diferente. Segundo a infectologista, Dra. Rosana Richtmann, os anticorpos são transferidos para o bebê naturalmente através da placenta ou do leite materno.

“A vacina se destina fundamentalmente a prevenção do tétano neonatal, ou seja, o tétano que ocorre no recém-nascido oriundo de mães não devidamente vacinadas. Toda a proteção que o recémnascido recebe no seu início de vida é de origem materna”, explica a infectologista.



Raro, mas fatal, o tétano é prevenido desde a década de 70. Atualmente, a vacina antitetânica está diretamente associada a antidiftérica, pois dessa forma é possível em apenas uma picada combater duas doenças letais. Para garantir sua eficácia, a aplicação é feita em três doses, desde a infância, e reforçada a cada dez anos, podendo ser realizada na gravidez. “A gestante deve receber uma dose de reforço na gestação, caso a última dose recebida tenha sido a mais de dez anos. Porém, se a vacinação ocorreu neste prazo, não há a necessidade do reforço”, diz a médica.

Ainda segundo Rosana, a gestante que não foi imunizada deverá receber as duas doses com intervalo, entre as mesmas, de pelo menos um mês (ideal dois meses), sendo que a última seja administrada pelo menos duas semanas antes da data provável do parto. “Esta medida conferirá proteção acima de 80% para os recém-nascidos.O esquema mais utilizado é a primeira dose no quinto mês de gestação e a segunda no sétimo mês. Não é demais reforçar que a vacinação contra o tétano na gestação também conferirá proteção á própria gestante por mais 10 anos”, completa.

Vale lembrar que as formas de contaminação podem ocorrer durante ou após o parto. Portanto, saiba que algumas crendices como colocar moedas no umbigo do bebê é uma forma passível de infecção, por exemplo. Siga sempre a orientação de seu médico e não se esqueça, tenha sempre em dia a carteirinha de vacinação!
Comentários pelo Facebook
5 Comentários pelo Blogger

5 comentários:

  1. OI ALE TUDO BEM?
    EM PRIMEIRO LUGAR QUERO PARABENIZA- LA PELO BOLG. ESTAVA PESQUISANDO NA NET E TE ENCONTREI, ACHO QUE VAI ME AJUDAR MUITO POIS ESTOU TENTANDO ENGRAVIDAR A 1 ANO, FIZ ALGUNS EXAMES E TBM UMA CAUTERIZAÇÃO, AGORA ESTOU PRESTES A FAZER A HISTEROSSALPINGOGRAFIA...SO O NOME JÁ DÁ MEDO.NÃO CONSEGUI LER TUDO MAS VOU CHEGAR LA... LI SOBRE A SUA HISTORIA E ME EMOCIONEI É UMA PROVA DE QUE NÃO DEVO DESISTIR.
    PARABÉNS PELA SUA FILHA ELA É MARAVILHOSA FIQUE COM DEUS E ATÉ MAIS

    ResponderExcluir
  2. Ale, quando me lembro dessa vacina me veem mil e uma coisas pela mente! Por aqui NAO é recomendàvel ,acredita?!!?Dizem q nao existe mais esse perigo. Nossa, lembro que discuti com as 2 gineco que me acompanharam a gestaçao e, sem a autorizaçao de um médico vc nao consegue nada por aqui, fiquei sem a vacina e ,numa proxima gravidez serà a mesma coisa, é lamentàvel. Palmas para o Brasil, que na minha opiniao é muito mais adiantado em medicina que por aqui, viu!
    Bjo!
    Daphne

    ResponderExcluir
  3. Oi meninas!

    Oi Luciane, que bom que encontrou meu blog, espero conseguir te ajudar. Já fui visitar teu blog tb e já estou te seguindo.

    Oi Daphne, pois é, tenho várias amigas fora do país e fico meio apavorada com o que elas contam dos médicos e da saúde, às vezes fico pensando se é porque são estrangeiras ou é isso mesmo.

    bjosss,
    Alê

    ResponderExcluir
  4. Ai Ale, que nada...a cabeça deles (ao menos na Italia e aonde moro-norte, isso pq no sul è mto pior a cabeça deles!!!) é parada no tempo, nao existe modernidade!!Eu fico boba em como nosso Brasil ,em termos de saùde, està anos luz mais adiantado que por aqui, viu!!! Fico boba pq nos chamam de "terceiro mundo", mas entao, aonde "raios" està o primeiro mundo?!?! Talvez Alemanha, Inglaterra, mas aqui...
    Bem, e eu nao posso tomar essa vacina por conta minha agora q estou indo ao Brasil né? Sò deve tomar quando engravidar mesmo?! Pq se pudesse ter um jeito ,eu tomava e "garantia" essa segurança para a pròxima gravidez!
    Bjo!

    ResponderExcluir
  5. Nossa amiga, deve ser muito complicado, pena que não adinta vc tomar antes, mas quem sabe tua próxima gravidez coincide com alguma viagem pra cá?!
    Vc já tem idéia de quando vai querer o próximo?

    bjs

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger