Sexagem Fetal: Curiosidade no início da gestação!


A evolução das tecnologias para o acompanhamento das gestações, garantindo uma gravidez com saúde para mãe e embrião, está trazendo uma nova realidade a obstetrícia. Certos de que a gestação é saudável, os pais agora focam sua expectativa em conhecer o sexo do bebê, com uma antecedência cada vez maior. Hoje a Determinação do Sexo Fetal é um exame simples, realizado através de uma amostra de sangue colhida da mãe, onde é possível analisar o DNA do feto e informar o sexo do bebê.

O pequeno questionário que se segue é composto pelas principais questões recebidas diariamente pelo CTN. Outras informações podem ser obtidas através de nossa Assessoria Científica ou pela Central de Atendimento.

1. O que é e para que serve o exame de sexagem fetal?

É uma técnica de biologia molecular que permite detectar o sexo do bebê através de uma simples amostra de sangue da mãe. Como há células fetais circulando no sangue materno, o exame é baseado na identificação de partes do cromossomo Y do feto no sangue da mãe. A presença destas partes indica gestação de um menino, pois apenas homens possuem este cromossomo. A ausência por sua vez indica a gestação de uma menina.

2. Quem está apta a fazer o exame?
Todas as gestantes podem fazer o exame. Uma vez que o teste não detecta a gravidez, mulheres não grávidas terão indicação de gestação de uma menina, pois não possuirão DNA masculino em seu sangue.

3. Existe limites na idade gestacional para a realização do exame?
O teste pode ser realizado com qualquer idade gestacional, mas está indicado a partir da 8ª semana de gravidez. A partir desse período, a quantidade de DNA fetal circulando no sangue materno é suficiente para conferir 99% de acerto no resultado.

4. Como funciona o teste em gravidez gemelar?
Gêmeos univitelinos compartilham o DNA e terão mesmo sexo, sendo o resultado válido para ambos. Em gêmeos bivitelínicos, com mais de uma placenta, a presença do cromossomo Y indica que um dos bebês é do sexo masculino, não podendo determinar o sexo do outro bebê. A ausência de DNA masculino indica gravidez de duas meninas.

5. Qual o prazo de entrega dos resultados?
O resultado é liberado 8 dias úteis após a entrada do material no Laboratório.

6. O teste pode indicar alguma anomalia com o feto?
O formato em que o teste é oferecido permite apenas a determinação do sexo fetal. Para a triagem e o diagnóstico precoce de anomalias no feto, outros exames são necessários, como o Teste do Risco Fetal e o Cariótipo (entre outros) conforme a orientação médica.

7. O teste pode estar errado?
Todo exame laboratorial tem uma chance de estar errado, pois a biologia não é uma ciência exata. A experiência com este teste ainda é pequena, mas a tabela do termo de consentimento mostra o índice de acerto do teste, aferido na prática, e ele não é de 100%.

Fonte: CTN
Comentários pelo Facebook
4 Comentários pelo Blogger

4 comentários:

  1. Oi Alê...
    otimas informacoes...
    eu fiz o exame na 8 semana e deu certinho!!!Unica coisa ruim é que nao aceitam convenio e o preço é meio salgado - custa em média R$ 400,00
    E precisa levar uma requisicao medica.
    bjocas

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga, pois é o preço q não é nada bom, hehe, tem q pensar bem. Obrigada pelas informações, sempre pode ajudar outras meninas.

    bjokas

    ResponderExcluir
  3. Fiz o exame menos de oito semanas e deu menina gotaria de ter um meniono, pois já tenho uma menina, o exame pode ter dado errado por não ter completado as oito semanas!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi querida, sim pode acontecer, mas as chances são pequenas.
    bj

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger