Minha Esposa pode estar com Depressão Pós-Parto. E Agora?

Essa matéria é do Site Segredos de Mãe, http://www.segredosdemae.com.br, achei muito legal e resolvi compartilhar aqui tb, já que eu passei por isso e vi como é importante ter esse apoio, que infelizmente não tive.

Para as gravidinhas, passem essa matéria para seu parceiro, pois é muito importante que ele esteja informado sobre o assunto. Possivelmente isso não vai acontecer com vcs, mas se acontecer ele vai estar preparado.

"Noites em claro, sessões intermináveis de choro, cólicas. Os primeiros meses do bebê em casa, são de muita alegria, mas a adaptação não é fácil. Todos tem que se adaptar a uma nova rotina de muito trabalho e dedicação. Os Pais nunca fizeram tantos sacrifícios como agora. E o bebê tenta aprender como funciona esse novo mundo tão diferente da barriga da Mamãe.
Mas sem dúvida, quem mais se desgasta é a Mãe. Estudos afirmam que o nascimento de um bebê provoca um impacto muito maior na vida da mulher do que na de seu companheiro. Quando este não a apóia, ela tende a ficar desapontada, e a avaliar o companheiro e o relacionamento conjugal de maneira mais negativa. Isto, por sua vez, teria um efeito danoso sobre suas condições emocionais.

Então aparece a temida depressão pós-parto!

Atenção para os sintomas:

  • Falta de comunicação
  • Afastamento de pessoas próximas
  • Perda da libido
  • Choro compulsivo sem motivo
  • A mãe deixa de fazer atividades que antes considerava agradável
Esses sintomas são comuns, e podem aparecer nos primeiros dias ou no primeiro ano de vida do bebê. Caso, você identifique alguns desses sintomas, procure ajuda médica.
A depressão pós-parto materna afeta o bebê e pode desencadear um quadro de depressão no Pai. Uma pesquisa foi realizada no Brasil, na cidade de Pelotas, a qual avaliou 386 casais entre a 6ª e a 12ª semana após o parto. De acordo com os autores, a ocorrência de depressão pós-parto paterna, atingiu 11,9% dos pais.

Um estudo realizado com 102 casais israelenses, constatou que quanto maior o envolvimento do pai com seu bebê, menores eram os efeitos negativos, na visão das mães, na qualidade do relacionamento conjugal.
De acordo com o autor Levy-Shiff (1994), isto se deve, principalmente, a dois fatores: No nível prático, o envolvimento paterno em cuidados do bebê reduz a sobrecarga da mãe e permite que ela realize outras atividades, viabilizando outras possibilidades de obter satisfação; no nível emocional, a mãe vê o envolvimento do pai com o bebê como um ato de amor e carinho também em relação a ela. Além disso, o envolvimento paterno pode aumentar a capacidade de empatia do pai, fazendo-o compreender melhor as dificuldades vividas pela mãe no dia-a-dia com o bebê.
Ou seja: Quando os Pais ajudam nos cuidados com o bebê e da casa, quando necessário, é uma enorme demonstração de Amor! Previne a depressão e contribui para a Harmonia de toda a família.

DICAS PRÁTICAS PARA AJUDAR NOS CUIDADOS COM A CASA E COM O BEBÊ:

  • Faça uma tarefa qualquer, sem sua esposa lhe pedir (lavar a louça, estender a roupa, varrer a casa etc.)
  • Faça uma massagem nos Pés dela e conversem sobre o dia dela, deixando ela relaxar e desabafar. Não fale muito, só ouça.
  • Ao chegar em casa, tome um banho com sabonete neutro(sem perfume) e fique com seu bebê no colo. Ele vai gravar o seu cheiro e futuramente vai se acalmar com você também e não só com a mãe.
  • Nos fins de semana, assuma o banho do bebê. No início parece assustador, mas será um momento especial só de vocês dois.
  • Quando chegar em casa, assuma a troca de fraldas. Sua esposa vai ter um pouco mais de tempo para ela.
Depois de toda essa demonstração de amor, duvido que ela não retribua à altura!
Louise Superti"
Comentários pelo Facebook
1 Comentários pelo Blogger

Um comentário:

  1. Amiga, amei seu blog e principalmente as informações.
    Passei pro isso na minha 2º gestação, da Duda. Mas como tenho um marido, foi só um principio.
    Graças a Deus.

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger