Meu corpo vai ficar diferente depois do parto?! E a minha Barriga?!

É preciso ser realista. A gravidez muda bastante o corpo, e ele pode assumir contornos diferentes -- o que não quer dizer menos atraentes. 

Você vai passar por uma consulta de pós-parto, mais ou menos seis semanas depois do nascimento do bebê. Nessa consulta, o ginecologista vai examiná-la com atenção para verificar como seu organismo está se recuperando. 

Caso sinta algum incômodo antes ou depois da consulta, não sofra em silêncio. Se estiver com problemas como dor nos pontos, seios doloridos demais ou desconforto para manter relações sexuais, fale com o médico. 

A atenção à postura, principalmente na hora de carregar o bebê e dar de mamar, e exercícios leves, junto com alongamento, vão ajudar seus músculos a voltar a ter o vigor que tinham antes. 

Quando você parar de amamentar, os seios vão voltar mais ou menos ao tamanho e ao formato que tinham antes da gravidez. É verdade, porém, que talvez eles não estejam mais tão "recheados", principalmente no caso de seios maiores. A culpa é mais dos hormônios que da amamentação em si. Não há muito o que fazer para evitar o esvaziamento, mas você pode tentar caprichar na alimentação. Além disso, exercícios especiais, como a natação, podem fortalecer os músculos da região peitoral para melhorar o formato e a aparência dos seios. 


Outro detalhe é que talvez seus pés fiquem ligeiramente maiores -- cerca de meio número. Pode ser que um sapato que era folgado fique agora justo.

Por que minha barriga ainda parece de grávida?


É provável que você esteja surpresa com a aparência da sua barriga, depois do nascimento do bebê. Ele não está mais lá, mas mesmo assim, em volta do umbigo, a barriga está estufada, e você parece estar grávida de 6 meses! As pessoas até perguntam na rua para quando é o bebê, e você tem de dizer, superconstrangida, que já nasceu... 

Muitas mulheres ficam com uma linha escura atravessando a barriga na vertical, a chamada linea nigra, e com um monte de estrias espalhadas pela pele. Quem fez cesariana fica ainda com a cicatriz da operação, normalmente na "linha do biquíni". 

O formato da barriga pode mudar um pouco também no caso de cesariana, já que os músculos são cortados e recosturados. 

Respire fundo. Demora um pouco para o corpo -- principalmente a barriga -- se recuperar totalmente da gravidez. Imagine que sua barriga era um balão, que foi enchendo conforme o bebê crescia. Quando ele nasceu, o balão não estourou de uma vez -- o "ar" vai saindo de mansinho. 

Assim que o bebê nasce, hormônios começam a atuar sobre o útero para que ele volte ao tamanho que era antes. Isso demora mais ou menos um mês para acontecer. Além disso, todas as células do corpo que tinham inchado devido à gestação começam a liberar líquido, que vai saindo em forma de urina, suor e secreções vaginais. 

A gordura extra que você acumulou na gravidez, para nutrir o bebê, vai começar a ser gasta (em especial se você estiver amamentando ou fazendo exercícios físicos, após a liberação do médico). De qualquer jeito, você vai precisar de no mínimo algumas semanas para ver algum resultado. 

As estrias e a linha escura na barriga infelizmente duram mais. Pelo menos as estrias vão clareando, e entre 6 meses e 1 ano depois do parto assumem aquela cor mais clara que o tom da pele, ficando menos visíveis. A linea nigra vai clareando aos poucos ao longo de 1 ano, mas pode não desaparecer por completo. 


Quanto vai demorar para minha barriga voltar ao tamanho normal?

Todas nós já vimos com nossos próprios olhos aquelas mulheres maravilhosas que aparecem magérrimas, de calça jeans e miniblusa, um mês depois do parto. Sim, isso pode acontecer, mas é raro. Para a maioria das mulheres, leva meses para se livrar da incômoda barriguinha de grávida -- e às vezes ela simplesmente não vai embora. 

Em primeiro lugar, tenha paciência. Se levou 9 meses para a barriga esticar, é justo que leve outros 9 meses ou um pouco mais para ela voltar ao tamanho normal. 

A rapidez da transição para mais perto do "normal" depende de como era seu corpo antes de engravidar, de quantos quilos você engordou na gravidez, do nível de atividade física e de algo que você não tem como mudar: seus genes. 

Mulheres que engordaram menos de 14 kg na gravidez, que fizeram exercícios físicos durante a gestação, que amamentam e que estão no primeiro filho tendem a emagrecer mais rápido. 

Se você não estiver amamentando, vai precisar prestar atenção na alimentação, pois agora que não está mais grávida não precisa de tantas calorias. 


O que posso fazer para minha barriga ficar mais bonita?

A amamentação ajuda bastante, principalmente nos primeiros meses. Mulheres que amamentam queimam mais calorias para produzir o leite, portanto costumam emagrecer mais rápido que as que não amamentam. 

Dar de mamar no peito também estimula a produção de hormônios que fazem o útero contrair e voltar ao tamanho normal. Mas muitas mães que amamentam reclamam dizendo que têm dificuldade de perder os últimos 2 a 5 quilos. Há quem afirme que o organismo guarda uma reserva de gordura para produzir o leite, mas não há provas definitivas disso. 

Exercícios também são eficazes. Mas converse com o médico. Dependendo do seu tipo de parto, você pode ter de esperar algumas semanas. Dá para começar aos poucos, com caminhadas, por exemplo. Depois da consulta de 6 semanas após o parto, se o obstetra liberar, você pode começar a fazer exercícios mais vigorosos, como pilates, por exemplo, que ajuda a tonificar o abdome. 

Boa postura é outro fator que influencia. 
"Muitas mulheres ficam com uma postura relaxada após o fim da gestação, o que é natural, uma vez que passaram nove meses sem encolher a barriga. Obrigar-se a encolher a barriga após o parto faz muita diferença na recuperação da musculatura abdominal", diz a obtesta Eleonora F. Stocchero Fonseca. 
Cuidado para não fazer regime enquanto estiver amamentando. O aleitamento é seu maior aliado na perda de peso. E você vai precisar de bastante energia para lidar com um bebê pequenininho que ainda não dorme a noite toda. 

Adianta usar cinta pós-parto ou modeladores?

O assunto é polêmico. As cintas pós-parto eram praticamente obrigatórias em caso de cesárea há alguns anos, mas agora os especialistas divergem. 

Por um lado, elas melhoram o aspecto externo da silhueta e dão mais segurança à mulher logo depois da cesariana, porque ela pode ter aflição dos pontos e da sensação de que os órgãos estão meio soltos dentro da barriga (pois estão um pouco mesmo). 

Por outro, há especialistas que acreditam que o uso constante da cinta impeça os músculos de se movimentarem e atrapalhem o fluxo sanguíneo, o que, em vez de ajudar, pioraria a recuperação dos tecidos. Além disso, em caso de parto normal, recomendam que só se use a cinta depois do primeiro mês, quando o útero já estiver no lugar, para não correr o risco de ele pressionar a musculatura pélvica, o que poderia levar a problemas como o de "bexiga caída". 

Portanto converse com o médico para saber qual é a orientação dele quanto ao uso de cinta ou faixa pós-parto. Se você já tiver dado à luz há mais de dois meses, pode experimentar cintas e modeladores, mas saiba que não há garantia de resultado. 

E certifique-se de que eles estão confortáveis, pois nunca devem ser apertados.

Escrito para o BabyCenter Brasil
Comentários pelo Facebook
1 Comentários pelo Blogger

Um comentário:

  1. Oiii linda..esta rolando um sorteio em meu blog caso queira participar fique a vontade...

    http://leticiadiariodeumatentante.blogspot.com.br/2012/10/sorteio-no-blog.html

    bjim

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger