Doença Inflamatória Pélvica (DIP) um risco para a fertilidade!

A doença inflamatória pélvica (DIP) é uma infecção nos órgãos reprodutores femininos, ou seja, útero, trompas e ovários. Atinge principalmente mulheres jovens entre 20 e 35 anos, sexualmente ativas.
A causa mais comum é a transmissão sexual, mas também pode surgir após procedimentos ou eventos ginecológicos. 


É a complicação mais comum e mais séria de doenças sexualmente transmissíveis, como infecção por clamídia ou gonorréia, causando altos índices de gravidez ectópica (fora do útero), dor pélvica crônica e infertilidade.

Outras causas:

 - parto

 - aborto

 - inserção de um DIU (dispositivo intra-uterino) para contracepção,

 - biópsia de endométrio

 - histeroscopia

 - curetagem uterina

 -  tuberculose pélvica

As bactérias mais freqüentemente envolvidas na DIP são a Chlamydia trachomatis e a Neisseria gonorrhea, entretanto, bactérias da flora vaginal normal podem estar presentes.

Os sintomas mais comuns são:

- corrimento vaginal (leucorréia) usualmente com coloração, odor e consistência alterada e dor e calor abdominal.

- pode ocorrer febre, calafrios, fadiga e dor nas costas.

- dor durante a relação sexual ou sangramento menstrual irregular.

O diagnóstico inclui o exame físico pelo médico, alguns exames laboratoriais como hemograma, teste de gravidez (hCG), pesquisa de clamídia e gonococo, E.Q.U, exame a fresco do conteúdo vaginal, exame de urina e ecografia pélvica.

O tratamento da DIP, se não há febre e sintomas mais graves é feita com antibióticos e acompanhamento médico.

Já se há sintomas graves da DIP, o tratamento requer hospitalização para tratamento intravenoso e maiores cuidados.

Quando a mulher é diagnosticada com DIP, o parceiro sexual sempre deverá ser tratado.

Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade


Fontes de pesquisa: http://boasaude.uol.com.br/lib/ShowDoc.cfm?LibDocID=3411&ReturnCatID=1784 e http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?156

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger