Cinta Pós-Parto: é necessária?! Usar ou não usar!

O uso de cinta pós-parto é um assunto que gera muitas dúvidas entre as recém mamães, então lá fui eu dar uma pesquisada sobre o assunto. Mas, quanto a minha experiência pessoal, bom eu tive 2 partos normais, no primeiro até tentei usar a tal cinta, mas achei tão desconfortável, que resolvi questionar minha médica. Quando ela me disse que era mais pelo efeito emocional, para eu me sentir melhor, do que médico, aí não usei mais. Usei nos 3 primeiros meses foram as calcinhas pós-parto, ela tem um cós alto que comprime um pouco o abdomn e me faziam sentir mais segura. 
Minha barriga voltou ao normal, e olha que tenho tendência para engordar bastante, na 1a gravidez foram 20Kg, na 2a, que foi até às 24 semanas, já havia engordado mais de 8Kg. Claro que não é algo rápido, aos poucos o corpo vai voltando, e melhor ainda se tiver uma ajudinha de boa alimentação e exercícios físicos, após a liberação do obstetra.

Pelo que pesquisei, a cinta realmente não é uma acessório essencial e nem tem comprovação científica da eficácia do seu uso, por isso ainda há muito controvérsia entre os próprios profissionais.

Aqui alguns artigos que encontrei sobre o assunto que explicam melhor o assunto:

“De acordo com o obstetra Nelson Sass, coordenador técnico e científico de obstetrícia do Hospital Municipal Maternidade-Escola da Vila Nova Cachoeirinha – referência no atendimento à saúde da mulher, da gestante e do recém-nascido de alto risco –, o uso da cinta não faz parte do conjunto básico de recomendações pós-parto, porque seu efeito de recuperação, de maneira geral, é muito discutível. Há situações em que a cinta colabora de alguma forma, mas, segundo o especialista, “não se pode esperar que ela proporcione um resultado espetacular”.

No parto normal
O obstetra esclarece outras questões em relação à adoção da cinta, que deve ser avaliada conforme o tipo de parto. No caso do normal, é mais comum os médicos liberarem seu uso sem muitas restrições, já que não há cicatriz. Entretanto, as cintas maiores, que abrangem a região dos seios, não são recomendáveis, já que há um desconforto proporcionado pelo aperto.

“Esse tipo de cinta causa muito incômodo e também dificulta a higienização, por conta do sangramento normal que ocorre depois do parto”. Além disso, após o parto, as mulheres ficam com o intestino preso, e a cinta pode aumentar ainda mais o desconforto.

Mesmo assim, Sass explica que o acessório poderia ajudar a evitar o estufamento da barriga em caso de tosse e a sensação – somente a sensação – de flacidez gerada pela distensão abdominal que ocorre após o parto, mas ele não é imprescindível. “Caso a mulher decida usar a cinta, ela só poderá colocá-la de 12 a 24 horas após o parto normal”, explica.

Na cesariana
No caso de cesárea, é preciso ficar atento à recuperação da mulher antes de adotar a cinta. Ela só poderá ser usada de 24 a 48 horas após o parto e se a cicatriz estiver em plena normalidade. Assim como no parto normal, o acessório não é imprescindível para a recuperação da mamãe que passou pela cirurgia, mas, em alguns casos, pode amenizar a dor, pois o aperto suave evita que movimentos básicos, como se levantar da cadeira, gerem muito desconforto.

“A cinta causa um efeito analgésico, pois o tipo de incisão realizada é muito dolorosa. O acessório evita que a movimentação da musculatura da parede da barriga incomode muito”, diz Sass. O médico ainda alerta que muitas pacientes arrependem-se imediatamente ao colocarem a cinta, por conta da dor do aperto na incisão. No entanto, aos poucos, a dor passa e logo vem a sensação de alívio.

De qualquer forma, após receber as devidas orientações médicas sobre usar ou não a cinta pós-parto, cada mulher concluirá, na prática, se ela traz alguma vantagem ou se gera ainda mais desconforto. Entretanto, se não usar, em geral, não cometerá nenhum grave equívoco para a sua recuperação.” Fonte: http://vidadebebe.terra.com.br

“Devo usar cinta modeladora no pós-parto? Devo colocá-la ainda na maternidade? Essa é uma questão polêmica, pois, antigamente, o uso da cinta era quase que obrigatório. Mas o melhor é não usar. A cinta pós-parto funciona como uma tipóia, como se estivesse "engessando" a região e não deixando os músculos trabalharem para retomar sua tonicidade anterior. Contudo, pode ter seu uso liberado em situações especiais, como para locomover-se em veículos — pois promove uma sensação de segurança — durante as primeiras semanas após o parto.” Fonte: http://www.promatrix.com.br/?Revista-da-Gestante

"O uso da cinta no pós-parto é liberado, não existe contraindicação formal. Quem mais procura são as mulheres que fizeram cesárea. A explicação está no corte, que causa desconforto no abdômen quando a mãe faz algum movimento. Essa cinta, que inclui também o sutiã de amamentação, dá uma sensação maior de firmeza. Para quem optou pelo parto normal, a melhor opção é a cinta-calcinha, que fica na altura do umbigo. A liberação geralmente ocorre após a primeira evacuação, diz Helena Junqueira, ginecologista do Hospital Professor Edmundo Vasconcelos (SP). E o tempo de uso depende de cada mulher. Na maioria das vezes, é usada durante a quarentena. Mas é bom lembrar que a cinta não vai fazer com que você emagreça mais rápido.Fonte: Revista Crescer

Bom meninas, espero que essas informações tenham ajudado, mas independente delas sempre converse com seu obstetra.

Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
1 Comentários pelo Blogger

Um comentário:

  1. Olá!

    Eu usei a calcinha de compressão antes da cinta no primeiro parto (acho que não foi uma boa ideia) e a cinta depois.

    No segundo parto já partir direto para a cinta. Muito melhor a experiência.

    Os dois partos foram cesáreas.

    Abraços.

    Parabéns pelo blog.

    Abraços

    Veja minha experiência:

    https://sonhadamaternidade.blogspot.com.br/2016/05/a-cinta-pos-parto-grande-aliada-na.html

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger