Baby Blues ou Depressão Pós-Parto

Acho muito importante que as mulheres tenham conhecimento sobre a depressão pós-parto, mesmo as que ainda não são mães. Passar por uma depressão pós parto, depois de desejar e lutar para ter um filho, é uma situação que nenhuma mulher espera, mas infelizmente é algo cada vez mais comum, queria eu ter lido mais informação sobre isso antes do nascimento da minha filha. Se tivesse mais conhecimento e também, se tivesse acreditado, que isso também poderia acontecer comigo, com certeza não teria passado por tudo que passei.

É uma fase que vc esperou muito e imaginou que teria a maior felicidade que já imaginou sentir, mas porque não está sendo? Por que essa tristeza ou essa 'não' felicidade?
Após o parto a mulher passa por uma revolução hormonal e é normal passar por uma fase em que o emocional fica muito sensível, a chamada baby blues, nessa fase a mulher tende a ter mudanças de humor, se sentir mais triste, irritada, frágil e ansiosa. Só que esta fase é transitória e dura alguns dias, em torno de 15 dias. Já a depressão pós-parto não passa, esses sentimentos permanecem e vão piorando com o passar dos dias.

Existe um tipo de depressão pós-parto mais séria, em que a mãe rejeita o bebê, e também outros distúrbios que podem se desencadear com o parto como síndrome do pânico. O tipo de depressão pós parto mais comum, pelo que já li, é a que desperta sentimentos de tristeza, falta de felicidade, ansiedade, insegurança, fragilidade, distúrbios de sono e alimentação.

Acho que outro detalhe que é importante falar, é que esse tipo de depressão pode acontecer ainda durante à gestação, então é muito importante à avaliação médica, pois a tendência é que ela piore com o parto.

Enfim, minha mensagem hoje aqui, é se informe, pois a depressão é uma doença, pode acontecer com qualquer um, e busque ajuda caso precise, não tente resolver sozinha. A informação é fundamental para que, quando você tiver seu bebê saiba identificar precocemente os sintomas e procure ajuda. Se você acha que está passando por isso, fale com seu obstetra tudo que vc está sentindo, ele vai poder orientá-la e indicar o que fazer.

Se você conhece alguém que está passando por isso, o que eu posso dizer é que essa pessoa precisa muito de apoio, "cólo" e compreensão. Para quem não passou por essa experiência, é bem complicado entender o que se sente, por vezes parece que a pessoa que não quer melhorar, mas não é, ela realmente não consegue. Não cobre, não culpe, não exige, isso só piora o quadro de depressão. Abrace, dê apoio e incentive a pessoa buscar ajuda médica.

Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
15 Comentários pelo Blogger

15 comentários:

  1. Depressão escraviza as pessoas.
    Sei pq tenho uma irmã com esse problema.

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto!! Isso tem q ser encarado como doença e precisa de tratamento e acompanhamento!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você que todas devem pesquisar sobre o pós-parto. Teria encarado o babyblues com outra visão. Depressao é uma doença e precisa de tratamento. O médico e a família devem estar atentos para perceber se passou do comum babyblues para depressao. Quanto mais divulgado mais mulheres saberão! Parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Concordo é uma doença e precisa de tratamento..

    ResponderExcluir
  5. Depressão é muito ruim mesmo! Poucas são as mulheres que se percebem nesse estado no pós parto! Muito bom! 👏🏻👏🏻👏🏻

    ResponderExcluir
  6. Assunto super sério que merece nossa atenção. Afinal a sociedade cobra a "cara da felicidade" da nova mãe e nem sempre é assim. Felizmente não tive esse problema, mas muitas mulheres passam por essa situação.

    ResponderExcluir
  7. Difícil! 😱😘 @caroleassinhazinhas

    ResponderExcluir
  8. Tenho umas 3 amigas que tiveram
    Depressão pós parto. Uma jurava que queria dormir e acordar Qdo a filha tivesse 5 anos. Hoje está tudo bem e todas já estão com segundo filho 👏🏻👏🏻💝💝

    ResponderExcluir
  9. Esse é um assunto pouco falado mas que merece todo a atenção! Mtas mães tem até medo e vergonha de dizer o que sentem por não saber que é uma doença e que tem que ser tratado!
    Excelente post!

    ResponderExcluir
  10. No pós parto do meu caçulinha até cheguei a postar sobre o assunto no meu blog por que comecei a pesquisar sobre o baby blues por achar que estava passando por isso. Mas percebi que era só medo da nova fase da vida materna.
    Blog maternidade sem frescura

    ResponderExcluir
  11. Assunto delicado e muito importante. Muito bom!

    ResponderExcluir
  12. Super importante esse post, parabéns e vamos propagar ;)

    ResponderExcluir
  13. Adorei o texto, muito importante

    Bjs Mi Gobbato - Espaço das Mamães

    ResponderExcluir
  14. Assunto importante é deve sim ser falado abertamente, quanto mais informação melhor, as pessoas precisam entender queque é uma doença. Bj

    ResponderExcluir
  15. Eu não tive depressão pos parto, mas é assunto muito importante a ser discutido.

    Bjs

    Mari
    vamosmamaes.blogspot. com..br

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger