O que é psoríase e quais os cuidados especiais com bebês e crianças?

Você já ouviu falar na psoríase? Se sim, sabe quais são seus sintomas? E como evitar que bebês e crianças sofram com essa doença?
A psoríase é um doença de pele, que atinge indivíduos de diversas idades, caracterizada por ser crônica e não contagiosa. Ela se apresenta em inflamações avermelhadas e descamações em diversos lugares do corpo, que podem coçar e inclusive sangrar.
Não se sabe ainda a causa da psoríase e, assim, nem sua cura, mas sabe-se que há alguns fatores que podem contribuir para que a doença reapareça na pele de alguém que a carrega: genética, frio, ressecamento da pele, obesidade, infecções, fumo e bebida em excesso, estresse e baixa imunidade.

15 % dos casos de psoríase ocorrem na infância e o aparecimento da  doença nessa faixa etária apresenta diferenças em relação aos mais velhos, além de muitas vezes ser confundida com a dermatiteseborreica, uma inflamação na pele que causa principalmente escamação e vermelhidão.
Dentre as crianças da primeira infância que possuem psoríase, a doença pode se manifestar no rosto, nas axilas, na região inguinal (próximas à virilha) e nas dobras flexurais. Por isso, acaba sendo comum que a doença e suas lesões apareçam na região onde se usa a fralda.
O sintomada psoríase mais comum entre as crianças é o desencadeamento de pequenas manchas vermelhas no corpo, mas também podem aparecer lesões avermelhadas e descamativas na pele. Além disso, a pele costuma ficar bastante seca e as lesões também podem aparecer no couro cabeludo.
É importante que alguns cuidados especiais para evitar que a doença não se manifeste sejam levados em conta. São estes:
- Ofereça uma alimentanção saudável e rica em frutas e legumes (já que a obesidade é um dos fatores de risco para doença)
- Mantenha o corpo e a pele dos pequenos bem hidratados. Por isso, é fundamental a ingestão de água e passar hidratante no corpo
- Durante o banho, evite as altas temperaturas, buchas e banhos muito longos para que a pele não resseque.
- Leve seu filho para brincar a luz do sol, já que a vitamina C presente nos raios solares podem ser benéficos a sua pele. Entretanto, a exposição solar em exagero também não faz bem. Por isso, evite os horários em que o sol esteja muito quente.
- O uso de roupas muito apertadas pode ser incômodo para a pele da criança, já que não tem espaço suficiente para uma ventilação adequada e sua respiração. Assim, é recomendado que se use roupas mais largas e feitas de algodão que, além de serem mais confortáveis, são mais benéficas à pele.
- Procure um dermatologista dermatologista. Mais do que ninguém, ele é o profissional correto que mais saberá falar sobre a psoríase com você e com ele e poderá indicar um tratamento mais adequado!
Por Mariana Boaretto, escrito especialmente para o Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
1 Comentários pelo Blogger

Um comentário:

  1. Ótimas dicas, vai ajudar as mãezinhas de primeira viagem!

    Beijos
    Gleysa

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger