Especialista Responde Dúvidas sobre Fertilidade! Parte I

O Da Fertilidade à Maternidade, conseguiu uma entrevista com a Dra. Silvana Chedid, especialista em reprodução humana e diretora do IVI São Paulo. Levei a ela as dúvidas mais freqüentes que recebo por aqui, espero que gostem.


Como o conteúdo se tornou bem extenso vou dividir em vários post aqui no blog. Então vamos lá:

Dra. Silvana, qual o momento de buscar ajuda de um especialista?

Para mulheres abaixo dos 35 anos é recomendável tentar a gravidez durante um ano antes de procurar a ajuda de um especialista. No entanto, se existem casos de menopausa precoce na família, ou o diagnóstico prévio de alguma alteração que pode impactar na fertilidade, como por exemplo, ovários policísticos ou endometriose, é recomendável consultar um especialista após 6 meses de tentativas, o mesmo prazo é recomendável para mulheres acima dos 35 anos.

Caso o parceiro trabalhe em um ambiente de muito calor ou exposto a agentes químicos, também é recomendável não esperar um ano, pois estes ambientes podem provocar infertilidade. Lembrando que a consulta com um especialista deve ser feita pelos dois membros do casal, caso contrário o diagnóstico seria incompleto.

É importante ressaltar que procurar um especialista em reprodução humana não significa realizar um tratamento de fertilização in vitro ou inseminação artificial. A primeira opção do especialista será estudar possíveis fatores que estão dificultando a fertilidade e tentar solucioná-los para restabelecer a fertilidade natural. Um especialista em reprodução humana terá mais conhecimento e experiência que um ginecologista comum para fazer estas orientações.

Quais os problemas mais comuns de fertilidade no casal?

    Na mulher:
  • Fator ovulatório: relacionados com o funcionamento dos ovários. Podem gerar dificuldade de ovulação, ausência da ovulação (anovulação) ou baixa qualidade dos óvulos.  Os problemas de ovulação surgem também com a queda natural da fertilidade a partir dos 35 anos, o que ocorre porque os óvulos nascem com a mulher vão perdendo qualidade com o passar dos anos, diferente dos espermatozoides, que são produzidos continuamente pelo homem durante a vida inteira.
  • Fator tubário: Podem surgir a partir de lesões ou obstruções nas trompas de falópio.
  • Endometriose: Esta doença, que se caracteriza pela presença do tecido uterino fora do útero. Nem sempre a endometriose causa infertilidade, a dificuldade normalmente ocorre quando a endometriose está em um estado mais avançado.
  • Doenças sexualmente transmissíveis: Atualmente a Clamídia é considerada a principal causa de infertilidade evitável, ao não tratar esta DST a tempo, ela pode provocar infecções silenciosas que podem obstruir as trompas.
  • Outros fatores de risco: doenças de tireoide, uso de antidepressivos, baixa receptividade do endométrio, consumo de álcool, drogas, fumar e obesidade.
   No homem:
  • Alterações no espermatozoide em sua morfologia, mobilidade ou volume.
  • Varicocele: 40% dos casos de infertilidade masculina são devidos à varicocele, também conhecida como varizes dos testículos.
  • Alterações no trato genital ou problemas de ereção.
    Outros fatores de risco: consumo de álcool, anabolizantes, drogas, fumar e obesidade.

Hoje, a grande maioria dos médicos tem indicado indutor de ovulação à base de citrato de clomífeno, mesmo sem ter feito todos os exames para avaliar se há problemas de ovulação. Pergunto, é a melhor formar? Quando é indicado o tratamento com indutor de ovulação?

A indução de ovulação é indicada quando a mulher apresenta distúrbios da ovulação ou como primeira linha de tratamento em alguns casos de infertilidade. Existem vários problemas que podem causar anovulia(falta de ovulação) e um dos mais comuns é a Síndrome dos Ovários Policísticos. Antes de se iniciar o tratamento com indução de ovulação o médico deverá solicitar exames de dosagens hormonais, além de um ultrassom transvaginal e os demais exames de investigação de infertilidade como Histerosalpingografia, espermograma, teste pós coital entre outros.

Quais os procedimentos para avaliação de fertilidade de um casal?
Os procedimentos normalmente se dividem por níveis, e costumam ser solicitados na medida em que os resultados dos exames mais simples não são conclusivos.

Avaliação de fertilidade de rotina: Exame FSH e Ultrassonografia transvaginal. Pode ser feito pelo ginecologista e é indicada para mulheres que queiram controlar sua reserva ovariana de forma preventiva.

Avaliação da fertilidade quando a mulher está tentando engravidar:
-Hormônios da tireoide
-Dosagem de prolactina
-Dosagem de estradiol
-CA125
-Histerossalpingografia
-Hormônio Antimulleriano

Exames mais específicos de avaliação da fertilidade feminina:
-Laparoscopia: para observar o interior da cavidade abdominal em casos de suspeita de endometriose, dilatação ou obstrução nas trompas de Falópio
-Histeroscopia: para avaliar a cavidade uterina e identificar eventuais mal formações, endometrite e presença de pólipos.

Exames para avaliar a fertilidade masculina:

Normalmente é solicitado o espermograma, mas também podem ser solicitados exames hormonais ou também dos testículos.

Neste vídeo a Dra. explica mais sobre essa avaliação:
Agradecemos muito à atenção e o carinho da Dra. Silvana e toda equipe da IVI São Paulo.

Nos próximos dias publicamos a 2a parte dessa entrevista, não deixe de conferir!

Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger