Zica Vírus x Gravidez x Tentantes x Amamentação

O país mais uma vez sobre com uma epidemia devido ao mosquito aedes aegypti. Agora é o ZICA Vírus, que vem trazendo perigo, principalmente as gestantes com o alto índice de bebês nascendo com microcefalia.
Mosquito Aedes Aegypti
Em decorrência disso, a grande maioria dos médicos estão indicando que as mulheres/casais que querem ou estão tentando engravidar, adiem essa decisão, principalmente nas áreas mais afetadas e mulheres que ainda tem tempo/idade fértil.

Os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde foram:
Até 28 de novembro de 2015, foram notificados 1.248 casos suspeitos de microcefalia, identificados em 311 municípios de 14 unidades da federação, de acordo com a terceira edição do informe epidemiológico sobre microcefalia, divulgado nesta segunda-feira (30). O governo permanece realizando todos os esforços para monitorar e investigar, de forma prioritária, o aumento do número de casos de microcefalia no país.

O estado de Pernambuco registra o maior número de casos (646), sendo o primeiro a identificar aumento de microcefalia em sua região. O Estado conta com o acompanhamento de equipe do Ministério da Saúde desde o dia 22 de outubro. Em seguida, estão os estados de Paraíba (248), Rio Grande do Norte (79), Sergipe (77), Alagoas (59), Bahia (37), Piauí (36), Ceará (25), Rio de Janeiro (13), Tocantins (12) Maranhão (12), Goiás (2), Mato Grosso do Sul (1) e Distrito Federal (1). Entre o total de casos, foram notificados sete óbitos. Um recém-nascido do Ceará, com diagnóstico de microcefalia e outras malformações congênitas por meio de ultrassonografia, teve resultado positivo para vírus zika. Outros cinco no Rio Grande do Norte e um no Piauí estão em investigação para definir causa da morte.
O próprio Ministério confirmou, também, a relação entre o Zica e a microcefalia.

A transmissão se dá pela mordida do mosquito, é raríssimo a transmissão de pessoa para pessoa, como pela relação sexual. A mãe pode transmitir o vírus na gestação.

Informações sobre o Mosquito Aedes Aegypt
Não existe vacina ainda e nem tratamento com antiviral. O tratamento dos casos sintomáticos é para o controle da febre e da dor. No caso de erupções pruriginosas, os anti-histamínicos podem ser considerados. Assim como nos casos de Dengue, não é  aconselhável o uso de ácido acetilsalicílico e outros drogas anti-inflamatórias em função do devido ao risco aumentado de complicações hemorrágicas.

Microcefalia
Na microcefalia o cérebro do bebê não se desenvolve, ou não o suficiente, na gestação, o que pode trazer muitos problemas neurológicos ao bebê e até levar a morte.

No Brasil, já foram registrados mais de 700 casos de microcefalia recentemente. No entanto, além do vírus Zica, a microcefalia também pode ser causada por rubéola, varicela, toxoplasmose, citomegalovírus, infecções, síndromes genéticas e até pelo uso de álcool ou drogas pela mãe durante a gestação.


Em relação as gestante, sabe-se que o risco é maior no 1o trimestre, mas não se descarta o risco nas outras fases da gravidez. Também não quer dizer, que se a grávida teve Zica, com certeza o bebê nascerá com microcefalia.

A criança é considerada com microcefalia se o diâmetro da cabeça for inferior a 32 centímetros. Bebê com microcefalia não tem a moleira na cabeça, o crânio vem calcificado.

Sintomas
Tabela de Sintomas Zica, Chikungunya e Dengue
Prevenção
A melhor prevenção é o uso de repelente e ajudar a combater o mosquito.
Repelentes indicados na Gravidez
Previna-se, ajude também a combater o mosquito, faça a sua parte!
Campanha de combate ao Mosquito da Dengue e a Microcefalia
Dicas para acabar com a reprodução do Mosquito Aedes Egypt
Se vc está tentando engravidar, converse com seu médico, veja o que ele pensa a respeito, avalie bem, se vc mora em uma região de risco, se for possível, pense em adiar um pouco os planos de uma gravidez. Se vc não está nas regiões de risco, mesmo assim é importante a prevenção e evitar viagens para as regiões de surto.

Quanto à amamentação, já se verificou que o vírus é encontrado no leite materno, mas ainda não há comprovação se o bebê pode ser contaminado com ele. Então ainda há controvérsias entre os próprios médicos, se a mãe com Zica deve parar ou não de amamentar. Li algumas matérias sobre isso, e cada profissional entrevistado teve uma posição diferente, então o melhor é conversar com o pediatra com urgência, assim que a mãe detectar algum sinal da doença.

Se vc vai continuar tentando engravidar ou já está grávida fique atenta, use repelente, com orientação médica, e faça um bom acompanhamento pré-natal e pré-gestacional (tentantes).

bj,

Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade

Fontes de pesquisa: http://portalsaude.saude.gov.br/, http://g1.globo.com/fantastico/

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
15 Comentários pelo Blogger

15 comentários:

  1. Poxa tão sério né. E tão perigoso. Eu vou adiar meus planos de engravidar de novo. Na minha casa tem
    Muito mosquito 🙀

    ResponderExcluir
  2. Informação é tudo! Repassar essas informações sempre e torcer para todos fazerem sua parte né!

    ResponderExcluir
  3. A situação está complicada mesmo, muito importante saber esses dados.

    ResponderExcluir
  4. Informação útil e bem vinda!!!👏🏼👏🏼👏🏼

    ResponderExcluir
  5. Assunto sério e perigoso. Porém, já houve um caso por relação sexual e estão pesquisando saliva e urina (muito preocupante). Estou usando muito repelente!

    ResponderExcluir
  6. Oi Ale,

    Tento prevenir por aqui o maximo possível com muito repelente em todos da casa e água parada nem pensar.

    Bjs
    Mari
    vamosmamaes.blogspot. com.br

    ResponderExcluir
  7. Muito complicada a situação em que estamos, uma batalha tão grande contra um mosquitinho tão pequeno, porém tão perigoso !

    ResponderExcluir
  8. A situação tá realmente preocupante! Muito úteis as informações! Obrigada!

    ResponderExcluir
  9. Excelente texto!! Parabens !!! Toa informação é bem vinda nesse quadro de incertezas!!! Bjos

    ResponderExcluir
  10. É lamentável a situação que o Brasil está vivendo...

    ResponderExcluir
  11. Cada dia que passa sinto mais medo desse mosquito.

    ResponderExcluir
  12. Triste, nós estamos pensando em adiar os planos de um irmão para o Ben ;(

    ResponderExcluir
  13. Eu, que To gravida, vivo cheia de repelente. E ainda passo o dia colocando em Heitor também.

    ResponderExcluir
  14. Adorei o post super importante alertar as pessoas e nunca sabemos de tudo sempre aprendemos mais

    ResponderExcluir
  15. Eu e meu esposo estamos muito certos de que queremos tentar uma gravidez. Já adiamos uma vez e agora tá muito difícil tomar essa decisão de novo. Mas já vou começar isolar a casa. Minha Ginecologista disse q a tela nas janelas podem ajudar muito. Mas a questão tbm é fora de casa. Muito repelente.

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger