Outubro Rosa: Uma história Real, descoberta durante à amamentação!

Recebi um relato de uma lutadora, que descobriu, lutou e venceu o câncer de mama e achei super válido compartilhar com vocês neste Outubro Rosa. A Dona Eny tem 59 anos e descobriu o câncer enquanto amamentava sua 2a filha.

"Há catorze anos, eu estava amamentando minha segunda filha quando notei uma mancha vermelha no seio esquerdo. Desconfiei que era leite empedrado, mas quis conferir com um médico. A desconfiança salvou minha vida.
O diagnóstico foi câncer de mama. Fui submetida à cirurgia de retirada total da mama e passei também por sessões intermináveis de quimioterapia e radioterapia. Cinco anos depois, em 2006, recebi a alta e comemorei. Em 2007 comecei a sentir fortes dores nos braços, nas pernas e na coluna. Imaginei ser hérnia de disco, mas não era. Recebi, em choque, a notícia de que o câncer tinha voltado e dessa vez com metástases nos ossos e no fígado. Minha debilitação foi rápida. No começo eu mancava, depois, já não conseguia mais andar e mal saía da cama. Em seis meses, perdi 20 quilos. Sentia dores horríveis e tomava morfina de quatro em quatro horas. Meu quadro era dos piores e me deram só alguns meses de vida.

Por conta da gravidade do estado de saúde e do meu tipo de câncer, o HER-2 positivo - um dos mais agressivos -, fiquei sabendo, a época, de uma pesquisa clínica com um novo medicamento. Foi uma porta que se abriu na minha vida,me trazendo a possibilidade de viver por minha família. Resolvi agarrá-la com toda as forças.


Hoje, aos 59 anos, recuperei minha independência, estou animada e mais forte, pois tenho qualidade de vida. Faço minhas atividades normalmente e a cada 21 dias vou ao hospital receber o tratamento - considerado um sucesso pelos médicos. Tive uma longa jornada, mas não tive dúvidas que poderia vencer. Meu caso se tornou exemplo no hospital, pois o diagnóstico de um câncer mais avançado não é o fim, você pode renascer. Há 8 anos encaro o câncer de mama metastático de peito aberto e, com os avanços da ciência contra essa doença, sei que terei muitos outros pela frente.

Eny"


Não deixe para manhã, faça o auto-exame, procure seu médico, cuide-se!



Alê Nunes
Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger