Especialista Responde: Dúvidas sobre DIU!

Métodos para evitar gravidez existem muitos, por todas as vias possíveis e imaginárias! São tantos que chegam até a confundir a cabeça da mulherada! Cada um tem seus prós, seus contras, ou amigas que usam e recomendam e até as que usam e detestam. Um método tem ganhado cada vez mais espaço quando o assunto é contracepção de longa duração!
DIU dúvidas freqüêntes
Meu nome é Dr. Bruno Jacob, e essa semana, estarei aqui no blog Da Fertilidade a Maternidade para falar sobre o DIU!
Antes de falar sobre o DIU, eu gostaria de mostrar para as leitoras como os países de primeiro mundo evitam gravidez!

No reino unido a prevalência de uso do DIU é em torno de 30%, na República Tcheca são 15% das mulheres em idade reprodutiva, a Russia 33% (1 em cada 3) das mulheres entre 20 e 49 anos usam o DIU. Esses são países de primeiro mundo quando o assunto é saúde, e lá a maioria das mulheres usam DIU! Interessante não é mesmo?

Mas agora vamos falar dele!
DIU = dispositivo intrauterino, pode ser de cobre ou hormonal e cada um age de uma maneira diferente!

DIU de Cobre: Neste método a ovulação não é alterada. Os íons de cobre possuem ação espermicida (mata os espermatozídes).

DIU Hormonal: Esse tipo libera hormônio diariamente no interior do útero, isso impede que o endométrio se prolifere.

E qual a diferença principal entre cada um dos métodos? O HORMÔNIO!

O DIU de cobre não possui absolutamente nenhum hormônio, e nenhum tipo de medicação! Isso é muito bom para todas as pacientes com contraindicação, ou que não se adaptaram com os métodos hormonais.

Já o DIU hormonal leva progesterona em sua fórmula, a diferença para os demais métodos é que esse hormônio é de ação local, ou seja, ele causa menos efeitos colaterais que as pílulas anticoncepcionais.

Assim sendo, cada um possui suas indicações e preferências entre as mulheres! 

Por que escolher o DIU de cobre?
  • Longa duração (10 anos).
  • Muito eficaz.
  • Não interfere na relação sexual.
  • Não possui os efeitos colaterais dos hormônios.
  • Não interage com medicações.
  • Não diminui a libido.
Por que escolher o DIU hormonal?
  • Longa duração (5 anos).
  • Maior eficácia.
  • Reduz quantidade e duração do fluxo menstrual.
  • Reduz as dores na menstruação.
  • Menos efeitos colaterais que as pílulas, pois o hormônio é de ação local.
Agora vem a parte interessante, o índice de falha!
0,6% para o DIU de cobre e 0,2% para o hormonal! Só para comparar a camisinha tem falha de 5% e a laqueadura 0,5%, ou seja, é tão eficaz quanto a laqueadura.

Além de tudo o DIU hormonal é muito indicado para controlar e diminuir sangramento vaginal, ou seja, pacientes que tem menstruação com fluxo aumentado ou que menstruam por muito tempo ou até pacientes com fortes cólicas menstruais, todos esses sintomas melhoram bastante com o DIU hormonal!

Porém, esse método possui contra-indicações, como todos os outros! Vamos ver quais são?
  • Câncer de colo.
  • Doença inflamatória pélvica.
  • Gonorréia.
  • Clamídia.
  • Alguns miomas uterinos.
  • Riscos de trombose (p/ DIU hormonal).
  • Enxaqueca (p/ DIU hormonal).
  • Cólicas intensas (p/ DIU de cobre).
Tirando essas contra-indicações o DIU pode ajudar muitas mulheres!
Excelente para aquelas que esquecem a pílula, aquelas que tem trabalho sem rotina fixa (como comissárias e médicas), para mulheres jovens, obesas, que ainda não tem filhos... E por ai vai!

Ainda tem alguma dúvida? Fale com seu médico!

Dr. Bruno Jacob 
CRM167047
Formado pela Faculdade de Medicina São Camilo, residência em Ginecologia e Obstetrícia! Foi presidente da Liga Acadêmica da Saúde da Mulher!
Atende em consultório e grandes maternidades de São Paulo.
Atualmente possui um projeto nas redes sociais para levar informação às mulheres, conheça:
www.facebook.com/drbrunojacob
www.instagram.com/drbrunojacob

Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
2 Comentários pelo Blogger

2 comentários:

  1. Ótimo Post Alê, sabia dos dois mais não sabia das suas diferenças

    Bjs Mi Gobbato

    ResponderExcluir
  2. Muito bom esclarecer as dúvidas sobre o DIU. Eu mesmo tinha muitas delas e nunca cogitei usá-lo.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger