Conjuntivite Neonatal: Entenda mais essa doença!

Quando uma criança nasce ou está prestes a nascer é normal que surjam várias dúvidas na cabeça das mamães sobre como cuidar da saúde do bebê da forma correta. Quais os exames a serem feitos, como diagnosticar um problema logo no início e qual ajuda procurar são os principais questionamentos das mães, principalmente as de primeira viagem.
E essas preocupações são fundamentais para a saúde do pequeno, ainda mais quando algo de errado já é encontrado logo na fase que o bebê ainda é um recém-nascido, como é o caso da conjuntivite neonatal, uma doença que acomete a visão do bebê.


A conjuntivite neonatal é uma inflamação conjuntival, ou seja, uma doença que atinge os olhos da criança recém-nascida e é causada por agentes patogênicos ou por irritabilidade causada por agentes químicos.
Ela normalmente acontece durante o primeiro mês de vida do bebê. Os principais sintomas são: ocorrência de edema palpebral, secreção ocular e olho vermelho. Além disso, existem vários tipos de conjuntivite neonatal, cada uma provocada por um fator específico, e aqui você vai entender melhor cada uma delas.

Conjuntivite contraída no canal de parto
É quando a criança já contrai a doença no momento do parto normal. Ela pode ser causada por três fatores:
  1. Gonococo (conjuntivite gonocócica): aparece entre os primeiros sete dias de vida da criança e surge de forma bilateral;
  2. Clamídia (conjuntivite por clamídia): se manifesta entre a segunda e a terceira semana após o nascimento e surge de forma uni ou bilateral;
  3. Herpes simples (conjuntivite herpética): acontece até a segunda semana de vida do recém-nascido e é menos frequente. Requer que a criança seja submetida à internação hospitalar.
Algumas complicações na visão do bebê posteriormente podem estar relacionadas à doença.

Conjuntivite química
A causa desse tipo de conjuntivite neonatal acontece após o uso do nitrato de prata, substância aplicada nos olhos do recém-nascido como prevenção para a conjuntivite gonocócica.
A conjuntivite neonatal química se manifesta logo no primeiro ou segundo dia de vida e os principais sintomas são: vermelhidão, lacrimejamento e secreções mucoides.

Trate a doença o quanto antes
Se o seu filho foi diagnosticado com algum tipo de conjuntivite neonatal, procure o tratamento adequado sob a orientação de um profissional e fique tranquila. É uma doença que tem cura, mesmo que possa deixar algumas sequelas futuramente. E o tratamento é feito por meio de colírios e antibióticos, estes podem ser orais ou intravenosos, de acordo com o tipo e a gravidade da doença.
Caso tenha ficado alguma dúvida ainda ou se deseja ler um artigo mais completo e que fale todas as coisas necessárias sobre a conjuntivite neonatal, basta acessar este post no Blog da Baby Eye Care.
Uma clínica especializada em oftalmo-pediatria pioneira no Teste do Olhinho Ampliado e que tem como objetivo proporcionar maior qualidade de vida ao seu bebê. Foi fundada por oftalmologistas experientes que avaliam, diagnosticam e tratam doenças que afetam a visão do seu bebê com rapidez e segurança.
Baby Eye Care, especialmente para o Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!

O Facebook não está avisando quando você posta comentários, então se vc quer retorno use a aba dos Comentários do Blogger ou mande por email sua dúvida. Obrigada, Alê

Nenhum comentário

Postar um comentário

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.

© Da Fertilidade a Maternidade - Todos os direitos reservados
Desenvolvimento por: Colorindo Design - Tecnologia do Blogger.