Estudo médico sobre os melhores métodos para identificar a ovulação

Oi meninas, pesquisando na net, achei esse estudo publicado e achei bem interessante. Ele compara vários métodos de controle de ovulação, temperatura basal, ultrassom, progesterona, LH e FSH, olhem só:

Os autores estudaram 101 mulheres acompanhadas em um hospital universitário italiano para tratamento de infertilidade. As integrantes do estudo tinham entre 18 e 38 anos de idade (média de 32 anos), apresentavam pelo menos 12 ciclos menstruais consecutivos regulares com duração entre 26 e 34 dias antes do início do estudo, tinham peso normal (índice de massa corpórea entre 19 e 24 kg/m²) e eram saudáveis. Níveis de progesterona sérica no meio da fase lútea maiores ou iguais a 8,0 ng/mL (25 nmol/L) foram critérios de inclusão no estudo, sendo também determinados os níveis séricos de prolactina, hormônio folículo estimulante (FSH) e LH. Mulheres com níveis elevados de LH e FSH no início da fase folicular foram excluídas do estudo, bem como aquelas com níveis elevados de prolactina no meio do ciclo. Pacientes com evidências de síndrome dos ovários policísticos ou quaisquer achados intra-abdominais que pudessem dificultar o exame ultra-sonográfico também foram excluídas.

Cada paciente foi acompanhada durante um ciclo menstrual com ultra-sonografias, medidas da TCB, dosagens dos níveis séricos de progesterona e pesquisa urinária de LH. A ultra-sonografia transvaginal foi realizada no 8o dia do ciclo e, a partir de então, a cada dois dias até identificar-se um diâmetro folicular médio de 14 mm. Daí em diante, o exame foi realizado diariamente até serem observadas evidências de ruptura ou desaparecimento do folículo. As medidas da TCB foram realizadas todas as manhãs utilizando protocolos padronizados. A partir do dia em que se observou diâmetro folicular médio de 14 mm, a pesquisa urinária de LH foi realizada diariamente pela manhã e à noite com kits para uso domiciliar. Essas medidas foram realizadas até dois testes positivos consecutivos serem obtidos. A dosagem sérica de progesterona foi realizada no 6o, 8o e 10o dia após a data provável da ovulação, definida como 14 dias antes da data provável da próxima menstruação.

Com a ultra-sonografia, foi possível confirmar o desenvolvimento folicular e a ovulação em 97 ciclos. A identificação de LH na urina foi registrada antecedendo a ruptura folicular em todos os casos. Em três pacientes, não foi possível demonstrar a ruptura folicular através da ultra-sonografia, apesar do exame positivo de LH. A duração média da fáse lútea foi de 13 dias utilizando-se a ultra-sonografia e entre 14 e 15 dias baseado na pesquisa urinária de LH. As informações sobre a TCB não foram disponíveis em 11 pacientes. Entre as 90 pacientes restantes, 69 (68%) apresentaram padrão bifásico. Com base nos valores da TCB, 65 ciclos ovulatórios e 2 ciclos anovulatórios foram confirmados pela ultra-sonografia. A TCB mínima (nadir) variou bastante. Em comparação com a ultra-sonografia, a TCB identificou a ovulação com uma sensibilidade de 77% e especificidade de 33%, resultando em uma acurácia de 74%. A dosagem sérica de progesterona apenas no meio da fase lútea (seis dias após a data provável de ovulação) e a dosagem seriada apresentaram os mesmos resultados. Em comparação com a ultra-sonografia, a dosagem única de progesterona no meio da fase lútea apresentou sensibilidade de 80%, especificidade de 71% e acurácia de 79%.

Os autores concluem que a dosagem dos níveis urinários de LH é um método conveniente que fornece dados precisos para avaliar a data da ovulação. Nesse estudo, a identificação de LH na urina ocorreu de forma consistente 72 horas antes da ovulação. Por outro lado, as pacientes relataram que a medida da TCB é inconveniente, mostrando-se pouco precisa na identificação da ovulação. A ovulação ocorreu desde seis dias antes do nadir da TCB até quatro dias após essa data.

A dosagem única de progesterona no meio da fase lútea, utilizando um valor limite de 6,0 ng/mL (19 nmol/L), também foi um método eficiente para a confirmação da ovulação.

Referência
Guermandi E, et al. Reliability of ovulation tests in infertile women. Obstet Gynecol January 2001;97:92-6.

Bom, pelo estudo, pelo que entedi, os métodos mais precisos são os de LH e progesterona.

bjs,
Alê
Comentários pelo Facebook
6 Comentários pelo Blogger

6 comentários:

  1. Oi Alê!!! Passando para agradecer a visitinha...Bjão!!!! Xerinho na tua pimpolha linda também!!!!

    ResponderExcluir
  2. Estou tentando engravidar já a mais ou menos um ano e até hoje nada, procurei um ginecologista fiz todos os exames necessarios e a unica alteração foi no exame de prolactina, a primeira vez que fiz o resultado deu 34,00 a mediCa achou alto e pediu para eu repetir e deu 34,00 novamente dai ela me receitou 1/2 comprimido de parlodeu dia sim dia não, e fiz novamente outro exame apos 30 dias e o resutado foi 44,00 ou seja aumentou, então ela mandou eu tomar 1 comprimido de parlodel todos os dias então fizo exame novamente e o resutado, exame aumentou novamente foi para 79,00, dai então fiquei com medo e parei de tomar o parlodel. Voltei a ginecologista e ela pediu para eu fazer uma ultrasonografia para ver a hipofise mas resultado foi normal nem uma alteração, então novamente fiz o exame de prolactina aproveitando que esta já a muito tempo sem tomar o parlodel, e o exame deu 28,00. a minha duvia é POSSO ENGRAVIDAR COM ESTE VALOR DE PROLACTINA? O QUE PODE ESTAR ACONTECENDO QUE NÃO ESTOU CONSEGUINDO ENGRAVIDAR?POR FAVOR ME AJUDE.

    ResponderExcluir
  3. Oi silvana, realmente é bem estranho tua taxa ter se alterado assim com medicação, eu acho muito importante que vc consulte um endocrinologista pra avaliar, pois pode indicar algum outro problema.
    Qnto a gravidez, tudo depende se vc ovula ou não, por isso é importante um acompanhamento da ovulação por pelo menos uns 3 ciclos, pra avaliar.

    bj,
    Alê

    ResponderExcluir
  4. OLÁ ALÊ!!!

    COMO VC ME DISSE FUI AO ENDOCRINOLOGISTA E ELE ME PASSOU ALGUNS EXAMES.
    TIREOPEROXIDASE ANTICORPOS ANTI TPO.
    RESULTADO: 1 UI/MLMaterial:Esperma
    Horario de coleta.......................: 11:20 Horas
    Horario do exame........................: 13:20 Horas
    Exame Físico
    Volume..................................: 3,8 ml
    Aspecto após Liquefação.................: Opalecente
    Cor.....................................: Branco
    Viscosidade.............................: Normal
    Reação pH...............................: 8,0
    Liquefação..............................: Total
    Exame Microscópico
    Contagem Global.........................: 86.000.000,00 /ml
    Hemácias................................: 0
    Células Epiteliais......................: Raras
    Parasitas...............................: Ausentes
    Fungos..................................: Ausentes
    Cristais................................: Ausentes
    Piocitos................................: 02 por campo
    Exame da Motilidade
    Móveis..................................: 90 %
    Translativo Rápido......................: 80 %
    Translativo Lento.......................: 10 %
    Imóveis.................................: 10 %
    Indice de motilidade....................: IV
    Exame da Morfologia
    Espermatozoides Normais.................: 92 %
    Espermatozoides Anormais................: 08 %
    Alteração Cabeça Grande.................: 0 %
    Alteração Cabeça Pequena................: 01 %
    Alteração Cabeça Disforme...............: 03 %
    Alteração Cabeça Bicefálicos............: 0 %
    Alteração Peça Intermediaria............: 02 %
    Alteração da Cauda......................: 02 %
    Acéfalos................................: 0 %
    Observação:
    Valor de referencia: O espermograma normal possui acima de 20 milhões de espermatozoides por mL,acompanhado
    de 60% de espermatozoides moveis e 30% ou mais com formas normais e pelo menos 40 milhões de espermatozoides
    por ejaculado total.
    ALÊ O QUE VC ACHA DOS NOSSOS EXAMES?
    T4 LIVRE: 0,78
    TSH ULTRA SENSIVEL: 0,95
    E PRA O MEU ESPOSO.
    ESPERMOGRAMA.

    ResponderExcluir
  5. Oi Sil, os exames de vcs 2 me parecem normais, mas claro que é importante que o médico avalie.
    bjo

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger