Síndrome de Ovários Policísticos e Metformina!


SOPs

O distúrbio chamado de síndorme de ovários policísticos, SOPs, afeta entre 10% e 15% das mulheres e, saiba, se manifesta na adolescência. “Ele não tem uma causa específica, mas está associado ao aumento desproporcional da produção de androgênio, o hormônio masculino”, conta o especialista em reprodução humana Jorge Haddad Filho, coordenador do Programa de Reprodução Assistida da Universidade Federal de São Paulo, a Unifesp.

Ainda há muito o que descobrir a respeito da SOP. Mas a ciência desconfia que alterações genéticas estejam por trás dela. Uma delas seria responsável pela chamada resistência à insulina, hormônio que controla os níveis de açúcar no sangue. Esse distúrbio, por sua vez, levaria a uma outra síndrome, a metabólica — um pacote de encrencas, como obesidade, gordura abdominal, colesterol e triglicérides alterados, pressão alta e diabete, capazes de levar a doenças cardiovasculares.

Uso da Metformina



A metformina tem ações benéficas sobre a função menstrual e a chance de engravidar. Além disso, ela promove uma melhora dos níveis de insulina circulante, dos androgênios, do colesterol total e LDL-colesterol e em algumas pacientes promove também perda de peso. Por esses motivos, tem sido usada como primeira linha no tratamento de pacientes com SOP, inclusive com infertilidade. Para as pacientes inférteis que usaram metformina e não engravidaram apos um período de tratamento de 4-10 meses, está indicado fazer outras medidas, tais como investigação de fatores associados, indução de ovulação colomifeno ou até mesmo o uso de técnicas de reprodução assistida, a depender da idade da paciente.

Mas nem todas as mulheres com ovários policísticos apresentam resistência à insulina, distúrbio que pode desencadear o diabete tipo 2 e levar ao entupimento de vasos sangüíneos. “No entanto, entre 30% e 50% das portadoras de SOP magras têm essa disfunção hormonal”, informa Carolina Sales Vieira. “Já as estimativas em relação às obesas sobem para algo entre 70% e 90%.” Não à toa, a obesidade é um dos fatores diretamente ligados aos ovários policísticos. E, como a alta de androgênio estimula o apetite, a perda de peso fica ainda mais difícil. “A SOP também contribui para a aterosclerose, o bloqueio da passagem de sangue pelas artérias provocado por placas de gordura”, lembra o ginecologista Rui Ferriani, professor da USP de Ribeirão Preto, que também participa do estudo.

“Em caso de resistência à insulina, receitamos medicamentos como a metformina, que equilibra a síntese desse hormônio e ajuda a abaixar os níveis de androgênio”, acrescenta Jorge Haddad Filho - Fundação ABC.”

Só a droga, porém, não basta. Mudar os (maus) hábitos é fundamental. “A jovem com ovários policísticos deve praticar atividades físicas regularmente e ter uma dieta equilibrada, o que também signifi ca reduzir o açúcar e a gordura”, orienta Andrea. A SOP em si não tem cura, mas o tratamento, aliado à adoção de um estilo de vida saudável"

Fontes: Saúde Abril, SOGESP e Fundação ABC.
Comentários pelo Facebook
2 Comentários pelo Blogger

2 comentários:

  1. oi eu me chamo mariana tenho 26 anos e tenho ovarios policistico e praticamente não mestruo fui em varios ginecologistas e a ultima agora eu ela me deu ciclo 21 tomei durante 6 meses depois ela acho melhor eu parar ai veio mais 4 meses e paro ai fui com outra médica e depois de exames me receito provera e não adianto nada ai quando voltei na médica me receito o diane veio no primeiro mes mais depois nos 3 meses que foi pra frente não veio mais. eu eu sem saber o que fazer eu sou forte e controlo minha alimentação e não fico parada mais não perco muita coisa nessa virada de ano não controlei a aliemntação vejo muitas pessoas comendo 3 vezes mais que eu e não engordam se ganham lá alguma coisa em 3 meses perdem facilmente.
    eu numa viagem que feiz pra um lugar praticamente só almoçava e comia um lanche de tardezinha e mais nada e perdi lá bastante mais os médicos dizem que não é bom deichar de fazer as refeições então não sei o poderia estar avendo de os remédios num funcionar.
    preciso de uma orientação so solteira mais o dia que eu arumar alguem tenho medo de não poder ingravidar. eu li sobre a metformina será que poderia resolver alguma coisa se eu tomasse por conta própria? e normalmente quanto tempo é usado esse medicamento? gostaria de ter algum contato pra conversar sobre isso tem mais uma coisa mais não da pra dizer por aqui vo deixar um e-mail meu marianabueno.valinhos@bol.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi querida, eu te aconselho procurar um endocrinologista, ele vai fazer uma boa avaliação e pode te ajudar tanto no problema dos ovários como na parte de peso.

    bj

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger