Prisão de Ventre em Bebês é normal? o que fazer?


A constipação é rara em bebês novinhos, em especial nos que mamam no peito, mas pode virar um problema quando a criança começa a comer outros alimentos. 

Bebês amamentados ao seio fazem cocô várias vezes por dia nas primeiras semanas, mas depois disso podem passar a fazer só uma ou duas vezes na semana inteira. É importante saber que todo bebê tem de fazer força para defecar, mesmo que o cocô esteja pastoso ou líquido. Logo você vai reconhecer as caretas que seu filho faz quando está "aprontando" na fralda. 

Bebês que tomam fórmulas lácteas tendem a fazer cocô só uma vez por dia, com uma consistência mais firme, mas às vezes só fazem uma vez a cada três ou quatro dias. Isso não é considerado anormal, desde que o cocô não esteja duro demais, saindo em pedaços bem pequenos. 

Se você desconfia que seu filho esteja com prisão de ventre, vale a pena se familiarizar com os sintomas e entender que o ritmo intestinal varia de bebê para bebê, assim como varia de adulto para adulto. 


Quais são os sintomas da constipação?
Em bebês até 3 meses, a verdadeira prisão de ventre é rara, mesmo para aqueles que tomam fórmula de leite em pó. Há bebês que fazem bastante força e reclamam sempre que fazem cocô, mas isso não quer dizer que tenham prisão de ventre. 

Se seu filho chora ou fica muito incomodado quando defeca, converse sobre isso com o pediatra. Em se tratando de recém-nascidos, menos de um cocô por dia -- e fezes sólidas -- já é sinal de constipação. 

Para bebês mais velhos, que já comem outros alimentos, os sintomas são: 

• Irritabilidade, dor de barriga e desconforto gástrico 

• Abdome duro ao toque 

• Dor de barriga que melhora depois de fazer cocô 

• Traços de sangue nas fezes, normalmente devido a fissuras na pele do ânus, provocada pela passagem do cocô ressecado 

• Cocô duro, em bolinhas pequenas 


Por que o intestino fica preso?

Um dos motivos de prisão de ventre pode ser a ingestão insuficiente de líquido. Se mesmo bebendo muito líquido o intestino continuar preso, é importante mencionar o problema ao pediatra -- ele pode querer descartar outras doenças ou examinar o bebê para ver se não há fissuras no ânus. 

Pode acontecer também de a criança começar a segurar o cocô, por associar o ato de defecar com algo doloroso (pode ser que uma vez tenha doído). 

Trata-se nesse caso da chamada "auto-obstipação", e é necessário conversar com o pediatra para adotar uma estratégia que faça a criança dissociar o ato de fazer cocô de uma experiência dolorosa. O médico pode receitar algum tipo de laxante leve. 


Como tratar a prisão de ventre?

Converse com o pediatra antes de tomar medidas para aliviar o desconforto do bebê. Lembre-se de fazer uma lista de perguntas nas consultas de rotina para já saber o que fazer no caso de uma eventual prisão de ventre. No caso de bebês que tomam fórmula de leite em pó, o pediatra pode trocar a marca ou o tipo do leite para ver se o problema se resolve. 

Para bebês que já comem alimentos sólidos, o pediatra pode recomendar mamão papaia e ameixa preta (uma das estratégias favoritas das mães é deixar a ameixa de molho num copo d'água durante a noite e depois dar a água ao bebê, ou ainda bater a ameixa junto com suco). 

Alimentos com fibras são benéficos (frutas e verduras), e muito líquido. 

Você também pode usar as seguintes estratégias: 

• Faça movimentos de bicicleta com as pernas do bebê se ele estiver com o intestino preso. O movimento pode ajudá-lo a eliminar as fezes. 

• Se o bebê já come outros alimentos, dê a ele menos alimentos que "prendem", como arroz, banana, maçã e cereais. 

A prisão de ventre aparece com mais frequência quando o bebê já come outros alimentos, já que o organismo dele está aprendendo a lidar com a nova comida. Com o tempo, o intestino deve retomar um ritmo adequado.

Fonte: http://brasil.babycenter.com

** Uma receitinha do Pediatra da minha filha que funcionou muito bem!

Bom meninas, vou deixar uma receitinha maravilhosa do pediatra da minha filha que foi o que resolveu:

- Pegue 5 ou 6 ameixas pretas e ferva em 1/2 litro de água;
- Deixe ferver por uns 5 a 8 minutos;
- Depois deixe esfriar e só depois côe. Quanto mais escuro melhor;

Ofereça para o bebê umas 3x ao dia. Como minha filha tomava complemento, eu trocava a água por esse chá na mistura e funcionava muito bem.

Se o bebê já come frutinhas vc tb pode oferecer papinha de ameixa e/ou mamão com aveia.

O suquinho de laranja também ajuda.

bjo,
Alê
Blog Da Fertilidade à Maternidade

Já curtiu nossa página no Facebook?! Passa lá é 
http://www.facebook.com/DaFertilidadeAMaternidade 

Comentários pelo Facebook
0 Comentários pelo Blogger

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger