Estimulação Precoce do Bebê: O que é? Para que serve? Quando devo começar?

Muitas mães já se depararam com esse termo, estimulação precoce, durante sua gestação ou até mesmo em rodas de conversa com suas amigas. Entretanto muitas delas têm dúvidas a respeito sobre o que se trata e quais as vantagens e desvantagens de estimular seu(a) filho(a) ou mesmo de quando iniciar a estimulação. Dessa forma, através desse post vou descrever um pouco mais sobre: o que é? Para que serve? E quais faixas etárias podem ser estimuladas?


O que é estimulação precoce?
Nada mais é do que um conjunto de atividades realizadas através de recursos
humanos e ambientais destinados a proporcionar a criança, nos seus primeiros anos de vida ou até mesmo antes, experiências significativas para alcançar pleno desenvolvimento em seu processo de evolução.
Quando uma criança está sendo gerada e conforme avança os estágios de gestação, são formados os sistemas: nervoso e periférico, que se comunicam entre si enviando e recebendo estímulos nervosos através dos sentidos. Essa comunicação cria conexões (sinapses) por meio dos neurônios e armazenam tais informações na memória do indivíduo.
Sendo assim, para estimular, independente da idade da criança, é necessário que se faça interações com a mesma, pois quanto mais interação, mais conexões (sinapses) e quanto mais conexões, mais memória e desenvolvimento.

Para que serve a estimulação?

A estimulação serve para que a criança desenvolva suas capacidades sensitivas e motoras, potencializando sua evolução como indivíduo, por meio de interações com as pessoas que a rodeia e o meio em que vive.

A criança não estimulada não se desenvolve?

Sim, a criança consegue aprender de duas formas:
- De maneira natural, onde se ela nascer com toda a parte física e motora íntegra (como acontece com todos os bebês que não possuem nenhuma limitação ou deficiência) ela com o tempo aprenderá a se alimentar, sentar, engatinhar, etc.
- Através da intervenção do meio com as atividades sensoriais e motoras, instigando e desafiando suas potencialidades e seu cognitivo.

Quais faixas etárias podem ser estimuladas?

Conforme descrito acima é possível iniciar a estimulação desde a gravidez, pois a partir da quarta semana da gestação os olhos e os ouvidos se começam a desenvolver. Durante a sétima semana o embrião já tem pele a recobrir o corpo (apesar de ser muito fina e praticamente transparente). Nesse período desenvolvem-se os dentes e o palato existindo o início da sensibilidade a nível da boca. Na oitava semana é a vez do sistema nervoso e condução de estímulos. Após o nascimento os estímulos vão até o terceiro ano de vida da criança. Após esse período inicia-se a fase pré-escolar e de alfabetização.

Em breve postarei mais dicas sobre atividades estimulantes e muito mais aqui no Da Fertilidade à Maternidade!


Escrito por: Priscila Oliveira
Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Especializada em Estimulação de zero aos três anos pela Little Genius e UNIAPAE e agora colunista do Blog Da Fertilidade à Maternidade.

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
22 Comentários pelo Blogger

22 comentários:

  1. Acho super importante a estimulação e sempre que posso faco isso com o Henrique!

    Bjus

    http://esperando-esperar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha página tem várias dicas de atividades que você pode realizar com o Henrique!
      Beijos.

      Excluir
  2. Ah por aqui sempre estimulamos o Benjamin, agora a Stella. Ambos sempre responderam muito bem. A Stella interage de um jeito que fica claro que está entendendo tudo. O máximo!

    ResponderExcluir
  3. Eu semprei utilizei nos meus atendimentos (sou fisioterapeuta) e depois de ser mãe tambêm intervi bastante no meu filho, mas sempre respeitando o tempo dele. 😉

    ResponderExcluir
  4. OI Alê, com certeza os estímulos são importantes. Mas acho fundamental que sejam no tempo certo, da forma adequada para cada fase, de maneira que criem laços afetivos e não gerem estresse na criança e bebê, nem ansiedade nos pais.
    Adorei o post.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  5. Alê ótimo texto! A estimulação é benéfica, desde que, não vire uma obsessão dos pais. Criança tem idade para tudo. Tentar acelerar o processo em demasiado não faz bem! Vou acompanhar suas dicas!! Parabéns

    ResponderExcluir
  6. Estimular traz muitos benefícios, mas devemos não criar expectativas sobre a resposta, pois cada bebê tem seu tempo de aprendizado.
    @nossasaogemeos.

    ResponderExcluir
  7. Estimular traz muitos benefícios, mas devemos não criar expectativas sobre a resposta, pois cada bebê tem seu tempo de aprendizado.
    @nossasaogemeos.

    ResponderExcluir
  8. Acho super importante! Sou formada em psicopedagogia e sei o quanto vale a pena estimular seu bebe.
    Deia Tomaz
    @lancheiradojoao

    ResponderExcluir
  9. Acho super importante esses estímulos. Vivemos em um mundo muito movimentado, cheio de informações, e é praticamente impossível deixar nossos pequenos longe de tudo isso. Sou a favor dos estímulos mais lights, sem tanta tecnologia, mas todos são importantes.

    Beijos Mila (@mundodamae)

    ResponderExcluir
  10. Acho super válida a estimulação, mas como tudo na vida, tem que ser cautela para não exagerar.

    ResponderExcluir
  11. Olá. Muito interessante suas dicas. Realmente a estimulação precosce é algo importante para a criança em desenvolvimento. Li muito sobre isso na minha gravidez e desde a barriga procuro estimular bem o meu bebê, bricava com ele na barriga, colocava músicas calmas para ele ouvir, e depois que nasceu sempre procuro ensiná-lo coisas novas, mas claro sempre respeitando suas fases de desenvolvimento e já percebo resultados, meu filho é bem ativo, aprende tudo rápido, é bastante saudável e se desenvolve de uma maneira elogiada pelos pediátras.

    Tenho um blog sobre maternidade. Quem quiser vai la, vou deixa o link pra vocês. Bjs
    comovireimaeaos20.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Acho muito importante a estimulação do bebê desde o ventre! Carinho e amor devem ser passados desde os primeiros dias!

    ResponderExcluir
  13. Na minha opinião estimular traz muitos benefícios e cada um tem seu tempo bj

    ResponderExcluir
  14. Muito bacana o post! Acho muito válido e importante essa estimulação! Esperando ansiosa por mais dicas!
    Bj
    Juliana Carreras
    www.mamaerobo.com

    ResponderExcluir
  15. Adorei o post e ficarei aguardando as dicas .. Aqui quando estava grávida colocava música e conversava bastante além do carinho

    Beijos Mi Gobbato - Espaço das Mamães

    ResponderExcluir
  16. Ótimo post sobre como é importante estimular ;) parabéns

    ResponderExcluir
  17. Estímulos são importantes e auxiliam muito, mas claro sempre acompanhado de bom senso pois cada criança é diferente no seu tempo.

    ResponderExcluir
  18. Adorei o post a estimulação é importante e sempre procuro estimular meu filho.
    Mari
    Vamosmamaes.blogspot. com.br

    ResponderExcluir
  19. Estímulo é muito importante desde que tudo no tempo correto! Mas se feito da forma correta ajuda muitooo! parabéns pelo post

    ResponderExcluir
  20. Que máximo! Adorei! @caroleassinhazinhas

    ResponderExcluir
  21. Ale, super importante a estimulação, logico que no seu tempo correto, sem prejudicar a criança! Adorei o post!

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger