Entenda como brincar pode ser importante para a vida do seu filho

Jogar bola com os amigos na rua ou na quadra do prédio, brincar de boneca, ou se sujando no quintal... não importa! Ver seus filhos crescendo, aprendendo e aproveitando a vida através de jogos e brincadeiras todos os dias é um grande prazer.
Brincadeira de Criança - Fonte: Google Images
Você sabia que 38% - segundo dados da UNICEF - das crianças brasileiras vivem entre a pobreza e a extrema pobreza e muitas delas não têm um momento de diversão e lazer em suas vidas diárias? Dados apontam que apenas 10 minutos de jogos já ajudam a melhorar o desempenho de uma criança e contribui para o progresso do desenvolvimento inicial de 34% de crianças, apontam estudos.

“Crianças precisam brincar para serem adultas, aponta Associação Brasileira de Brinquedotecas.”

Jogos e brincadeiras em geral ajudam a desenvolver o aspecto físico, mental e emocional, além de ser um pontapé para que as crianças possam vir a enfrentar situações adversas no futuro.
Cada brincadeira traz um tipo de enriquecimento para a criança. Ela aprende a ter autoestima, a lidar com sentimentos como a frustração, o medo e a manutenção da esperança. Tirando a oportunidade de a criança brincar, se tira a oportunidade de aprender a perder e ganhar, sem que isso seja a coisa mais importante do mundo.
Crianças que brincam se tornam mais resilientes tornando-se adultos com mais facilidade para lidar com situações adversas.
Apesar de até os 7 anos brincar ser tão importante como a nutrição, a saúde e a educação infantil, é essencial ressaltar que é uma atividade da qual nenhuma pessoa deve abrir mão. Brincar possibilita a espontaneidade, o relacionamento com pessoas do outro sexo, o aprofundamento de laços, sem falar na convivência social e atividade mental.

Brincar sempre foi essencial para o ser humano, mas é uma ação que está perdendo o seu espaço e as causas são principalmente a ausência de locais públicos voltados para o lazer, o fato de as crianças terem muitas atividades extracurriculares, a falta de segurança e a inserção da mulher no mercado de trabalho, o que fez com que o tempo da criança perto da família viesse a diminuir.
Se você quer encontrar formas de incentivar seu filho a brincar de forma saudável e educativa, confira nossas atividades mais indicadas para cada idade:

De 0 a 3 anos:
Crianças menores gostam de levar objetos à boca, joga-los e vê-los rolar. Além de serem facilmente estimulados por sons e movimentos. Os pais devem sempre se lembrar de que nesse período as crianças não devem ficar desacompanhadas e devem brincar em espaços seguros e sem riscos.
Procure sempre fazer passeios ao ar livre evitando os momentos em que o sol está mais forte. Toda e qualquer atividade infantil, desde passeios de carrinho à musicais infantis são indicados.

Evite exposição à TV e aparelhos eletrônicos em geral, além de locais muito cheios.

De 3 a 7 anos:
A partir dessa idade as crianças já buscam um pouco mais de independência e preferem brincar sozinhas com os irmãos ou amiguinhos e é muito importante que elas participem da escolha dos programas.

É interessante conversar com elas para receber um feedback dos programas e atividades realizados e o ideal para essa idade são os passeios ao ar livre para que as crianças fiquem em contato com a natureza, com os animais e alguns quebra cabeças que os desafiem, além de bolas, bicicletas e triciclos. Para os dias de chuva, atividades artísticas são as mais indicadas.

De 7 a 10 anos:
Agora no ensino fundamental, as crianças costumam buscar companhias da mesma faixa etária e gostam principalmente de brincadeiras e espaços ao ar livre.

As atividades ideais para essa idade são a iniciação aos esportes, visitas a museus, leitura e jogos de tabuleiro. O contato com instrumentos musicais também é muito interessante para o desenvolvimento da criança.

Eletrônicos devem ser utilizados com cautela, já que é muito fácil que a criança se apegue e passe a se distrair com vídeo games e jogos eletrônicos em geral. Deve-se evitar também fast foods e petiscos rápidos.

De 10 a 12 anos:

Esta é a fase da pré-adolescência onde o jovem busca maior autonomia, relacionamento com pessoas da mesma idade e como atividade, buscam principalmente as saídas em grupo.

É uma fase que deve ser acompanhada de perto por adultos com muita conversa e orientação, além de aproximar os amiguinhos  e estimular a convivência com outras crianças.

Nesta idade as atividades mais indicadas são as que envolvem a criatividade e a habilidades físicas entre elas, esportes coletivos como futebol, individuais como jiu jitsu ou outro tipo de luta. Entre as atividades criativas, aulas de música, artes plásticas ou outras são as mais indicadas.

Com essas dicas, o estágio da infância para a adolescência tem uma transição tranquila e agradável para que a criança e o adolescente possam passar para a vida adulta sem maiores dificuldades, repetindo o processo para as gerações futuras.

Artigo desenvolvido pelo editorial da Boutique Infantil especialmente para o Blog Da Fertilidade à Maternidade

P.S.: Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê

* As informações disponíveis são meramente informativas, os comentários respostas são informações leigas e não substituem a Consulta Médica!
Comentários pelo Facebook
14 Comentários pelo Blogger

14 comentários:

  1. Que post completo!! Eu acredito muito no brincar para o desenvolvimento e quero que meu filho brinque muito! Aliás, brincar com ele é muito gostoso!!!

    ResponderExcluir
  2. Fiz psicopedagogia e me lembro bem de uma professora dizendo isso: crianca saudavel nao é so aquela q se alimenta bem, mas aquela que brinca bem...
    Entao, bora brincar com a nossa criançada!
    Deia Tomaz
    @lancheiradojoao

    ResponderExcluir
  3. Ótimo post, aqui estamos sempre brincando, na hora do banho e da janta tbm não falta brincadeira

    Beijos Mi Gobbato - Espaço das Mamães

    ResponderExcluir
  4. Eu acredito que o desenvolvimento é bem maior mesmo, quando as crianças brincam. O texto está super bem feito. Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Sensacional!!! Adorei o texto e as dicas!!!
    Especialmente as dicas de brincadeiras para cada idade!
    Bj
    Juliana Carreras
    www.mamaerobo.com

    ResponderExcluir
  6. Ensinar a brincar e compartilhar é muito importante para a vida adulta e para o desenvolvimento cognitivo SAS crianças. Bom post.
    @nossasaogemeos

    ResponderExcluir
  7. Ótimo post, criança precisa de brincar e precisa de crianças.. Bj

    ResponderExcluir
  8. Ótimo post, criança precisa de brincar e precisa de crianças.. Bj

    ResponderExcluir
  9. Brincar é fundamental para o desenvolvimento das crianças. Há muito aprendizado nas brincadeiras!
    Adorei o post!

    ResponderExcluir
  10. Adorei o post! Sabem que adoro brincar com as minhas pequenas? @caroleassinhazinhas

    ResponderExcluir
  11. Acredito que brincar, principalmente ao ar livre estimula muito o crescimento e o desenvolvimento das crianças! Adorei o post!

    @blogmaternidadesemfrescura

    ResponderExcluir
  12. Eu gosto Ale que o Gabriel brinque ao ar livre e use a imaginação sempre.
    Bis
    Mari
    Vamosmamaes.blogspot. com.br

    ResponderExcluir
  13. Adoramos brincar ao ar livre em brinquedoteca, acho muito importante! linda matéria Ale

    ResponderExcluir
  14. Com certeza, brincar é fundamental!!! Pisquila ama brincadeiras com tinta, massinha, adora correr. E é a partir da brincadeira que a criança de forma, se faz criança. Super concordo!

    Beijos Mila (@mundodamae)

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger