Quero engravidar, e agora, por onde começo?!

Bom, baseada nos meus tempos de treinante, pelo menos 2 anos, em tudo que eu pesquiso sobre o assunto desde 2007 e minha experiência com o Blog Da Fertilidade à Maternidade, resolvi escrever algumas dicas básica para quem está começando as tentativas para uma gravidez. Então vamos lá:

1- Escolher um bom médico. Como saber se é um bom médico? Se o ginecologista pede exames hormonais, te indica ácido fólico e se mostra atencioso e profissional ao teu desejo de engravidar e as dúvidas que você coloca sobre o assunto. Fica disponível para que vc consiga encontrá-lo por alguma emergência, pois, pensando em quando vc engravidar, é muito importante que vc consiga entrar em contato com ele a hora que precisar. Outro detalhe, é que o médico precisa ser pró-ativo, não ficar achando que tá tudo normal sempre e não investigar nada.

2- Tomar ácido fólico. O indicado é iniciar 3 meses antes de começar os treinos até o 3o mês de gestação, mas se vc iniciar quando decidir começar a treinar já é um ótimo começo.
IMPORTANTE:

- o ácido fólico não tem contra-indicações, não causa nenhum problema por mais tempo q seja preciso tomá-lo. Eu mesma tomei por 3 anos, sem interrupções. Só tem que ter cuidado se vc tem alguma alergia a corante (quando o comprimido é colorido) ou intolerância a lactose, se a marca comprada não tem esses componentes.
- deve-se tomar todos os dias, senão ele não gera o efeito correto.
- tomar corretamente pode evitar grandes problemas futuros de aborto por má formação fetal.
- o ácido fólico é o único medicamento comprovado, que melhora a qualidade dos óvulos da mulher.

O homem também pode tomar ácido fólico, ajuda a melhorar a produção dos espermatozóides e a qualidade. Leia em...
Ácido Fólico e Zinco podem aumentar a produção de espermatozóides

3- Fazer exames pré-gestacionais, que são hormonais (prolactina, progesterona, LH, FSH, estradiol, tireóide - TSH, T3 e T4), HIV, toxoplasmose, clamídia, papanicolau, hepatite, hemograma e ultrassom transvaginal. Os exames hormonais de LH, FSH e Estradiol devem ser feitos no 3o dia do ciclo para avaliação da reserva ovariana (fertilidade), os de progesterona e prolactina também são importantes fazer no início do ciclo, sendo o de progesterona deve ser repetido lá pelo 23o dia do ciclo para confirmar à ovulação e se há uma boa taxa para uma possível gravidez.

4- A melhor aliada de uma treinante é a INFORMAÇÃO. Então informe-se, conheça como funciona o ciclo, ovulação, leia, atualize-se.

5- Nem sempre o que é bom para uma amiga será bom e funcionará para vc, então acima de tudo confie no que diz seu médico, mas se estiver insegura com ele, procure uma 2a opnião.

6- NUNCA tome qualquer medicação sem prescrição e acompanhamento médico, pois como disse no item 5, o que pode resolver para uma amiga de fórum, pode te prejucar muito, cada caso é um caso e deve ser avaliado em suas particularidades. Não haja por pura ansiedade, não existe remédio para engravidar, existem sim medicações indicadas para cada tipo de problema de fertilidade, se vc toma uma medicação e não tem o problema, pode é gerar um problema para você e não uma solução, digo isso, porque em anos de fórum e blog já vi vários casos, não arrisque sua fertilidade!

7- Após 1 ano e meio de tentativas e se estiverem todos os exames normais, inclusive o espermograma do seu marido, chegou a hora de procurar um especialista. Claro que em alguns casos de problemas constatados e idade da mulher, seria interessante que isso fosse feito antes desse prazo.

8- O espermograma deve ser analisado por um urologista ou especialista em fertilidade, lembrando que o ginecologista não é especilizado nessa área e nem sempre sabe interpretar esse exame corretamente. Apesar da relutância de muitos maridos, o ideal seria que ao decidirem ter um bebê ele tb já procura-se um urologista e fizesse o espermograma

9- Procure alguma atividade para ajudar a controlar a ansiedade, pois nessa fase ela pode atrapalhar. Uma yoga, dança, academia, massagem, caminhada, trabalhos manuais, conversa com amigos, algo que te faça bem e que te distraia, te relaxe.

10- O principal e o mais difícil, com certeza, não se apegue a sintomas! Nessa fase infelizmente nossa cabeça 'joga contra', quanto mais ansiosas e atentas ficamos mais percebemos sensações que não percebíamos antes. Até porque se está em uma fase de mudanças hormonais, que são as causadoras dessas sensações e que mesmo quando não estamos grávidas elas podem acontecer. Então por mais difícil que seja, procure não se apegar demais a eles.

11 - Procure manter treinos regulares durante todo o ciclo, pelo menos 3 x por semana, não só no período fértil. Mas acho que o mais correto ainda é namorar quando vc e seu marido tem vontade, afinal esse bbzinho tem q ser feito com muito amor, não por obrigação.

12- Converse com seu marido sobre o assunto, coloque seus medos, suas angústias, pois muitas vezes ele não entende o que vc passa e o que vc sente. A decisão de ter um bb é do casal, então nada mais justo, que ele participe e divida com vc tudo isso.

13- Fortaleça seu casamento, essa fase de treinante é muito desgastante e muitas vezes pode atrapalhar seu relacionamento, então procure conversar muito com seu marido, façam coisas que vcs gostam juntos, namorem, não faça do período fértil um regime militar, ou seja, não namore por obrigação e sim porque vcs dois querem, afinal o bebê deve ser feito com muito amor. Outro ponto importante, que mesmo pessoas me dizendo antes eu não levei muito a sério e hj sei que é a maior verdade, depois que o bb nasce a vida da gente muda completamente, seu foco muda diretamente para o bb, vc não tem mais tempo pra vc e pra seu marido, pelo menos nos 1os meses, então se prepare para essa mudança, pois o marido sente muito essa fase e vc tb.

14- Procure não comentar com outras pessoas q vc está tentando engravidar, pois aí começam as perguntas do tipo "e aí? Nada do bb? Quando vem esse bb? Já tá enjoando?...", que por mais boa intenção q a pessoa tenha acaba sendo uma cobrança, uma pressão para quem está tentando, pois infelizmente nem sempre é rápido como se imagina.

15- O melhor momento para contar para todo mundo q se está grávida, é após ouvir o coraçãozinho bater, no início ou seja, até as 6 semanas melhor contar só para a família. Sei q não é fácil, mas entre o positivo e ouvir o coraçãozinho são muitos fatores delicados, por isso quando se ouve o 'tum-tum-tum' significa que grande parte do caminho está vencida, aí é fazer um bom pré-natal e curtir a barriguinha.

16- Mulheres sem problema de ovulação não ovulam todos os ciclos do ano, em média são 8 a 10x ao ano, então é normal ter ciclos anovulatório (sem ovulação). Mas é importante fazer os exames hormonais para ter certeza que está tudo bem.

17- Cuide da sua saúde física e emocional! Alimente-se bem, procure estar bem consigo mesma, cuide de vc. Tenha um(a) confidente, alguém em que vc possa confiar e que vc possa dividir tudo que vc está passando, algúem que te dê apoio e te entenda. Uma amiga, mesmo que virtual, que passa pelas mesma dificuldades é uma ótima candidata, pois entende tudo que vc passa e sente.

18- Menstruar regularmente não quer dizer ovulação! É muito importante fazer um tipo de controle de ovulação ou um exame de progesterona na 2a fase do ciclo, após o 21o dia, para certificar-se que está ovulando certinho, muitas vezes por falta de ovulação que demora-se para engravidar. 

19- Se você tomava anticoncepcional é normal ficar desregulada por alguns ciclos e ficar sem ovular, por isso é tão importante a consulta ao médico e os exames pré-gestacionais.

20-Um casal saudável pode demorar até 1 ano para conseguir engravidar, então tenha calma, mesmo estando tudo bem pode demorar um pouco.

Alê
Blog Da Fertilidade à Maternidade


Outras dicas:



P.S.:  Gostou do post, então compartilha :), mas se for copiar cite a fonte, com link e a autora. É mais justo com quem pesquisa e escreve sobre o assunto para tentar ajudar. Obrigada, Alê
Comentários pelo Facebook
10 Comentários pelo Blogger

10 comentários:

  1. adooro os esclarecimentos que seu blog nos traz... ele me conforta mt, pois estou tentando engravidar a um ano e meio mas ainda não conseguir e vivo o drama da cobrança das pessoas e às vezes fc mt triste com isso... já fiz todos os exames, porém ainda não fui agraciada!
    espero em Deus que td possa dar certo..me diga o que ainda devo fazer para engravidar?? eu não sei mais o que fazer..

    ResponderExcluir
  2. Oi querida, que bom que o blog tem te ajudado, eu fiz um post com um passo-a-passo dos próximos passos, acho que vai te ajudar, olha só http://dafertilidadeamaternidade.blogspot.com/2011/07/estou-tentando-engravidar-mas-ate-agora.html

    bj,
    Alê

    ResponderExcluir
  3. Olá Meninas sou treinante há 5 meses, não conhecia este blog,gostei muiiiiiiitooooooooo.abraços angelica

    ResponderExcluir
  4. Alê vc e ótima,adoro suas dicas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigadaaaa, fico super feliz que minhas dicas conseguem ajudar :)
      bjs S2,
      Alê

      Excluir
  5. Parei com a pílula no 8 comprimido veio a menstruação no oitavo dia não irei mais tomar tenho um filho de 14 anos.será que demora a engravidar?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, complicado saber, pois são N fatores que podem influenciar, a pílula em si, pode só causar alguma alteração hormonal temporária. A melhor dica é consultar o médico e fazer uma boa avaliação pré-gestacional, principalmente da tua ovulação.

      Excluir
  6. Adorei ler seu artigo, seu blog está bastante interessante.
    Obrigada por partilhar.

    ResponderExcluir

Para enviar sua dúvida, use os comentários pelo Blogger, não pelo Facebook, pois nesse não recebemos aviso e não temos como responder rapidamente.


HomeSobreAnuncieContato



Da Fertilidade à Maternidade - 2015 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: Colorindo Design | Tecnologia do Blogger